Salada Verde

Parque Nacional de Brasília reabre para visitação

Portaria publicada na última sexta-feira (12) pelo ICMBio decreta a reabertura do parque, fechado há quase 3 meses como prevenção ao novo coronavírus. É o quarto parque nacional a reabrir desde a suspensão

Duda Menegassi ·
14 de junho de 2020 · 1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Trilhas do Parque Nacional de Brasília voltarão a receber visitantes. Foto: Acervo ICMBio/Divulgação

Aos poucos, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão responsável pelas unidades de conservação federais, permite a reabertura dos parques nacionais depois de quase três meses fechados como medida preventiva no combate à transmissão do novo coronavírus. Na última terça-feira (9), os parques nacionais do Iguaçu, de Aparados da Serra e Serra Geral já haviam sido autorizados a reabrir, e na sexta-feira (12), o ICMBio publicou a Portaria que estabelece a reabertura do Parque Nacional de Brasília, no Distrito Federal.

O parque estava fechado desde o dia 17 de março, como as demais unidades de conservação federais, e é um dos mais visitados do país. Em 2019, a área protegida recebeu 251 mil visitantes. A Portaria (nº 698/2020) estabelece uma série de critérios sanitários como o uso obrigatório de máscara, limpeza frequente das estruturas e o distanciamento social. Também determina a limitação do horário de funcionamento e do número de visitantes máximo permitido, que terá aumento gradual ao longo dos dois primeiros meses de reabertura, com limite máximo de 300 visitantes nos primeiros 30 dias, e de 400 até o 60º dia. A partir do 61º dia o horário e capacidade de visitantes voltarão aos limites normais da unidade.

Além disso, a Portaria suspende a cobrança de ingressos no parque pelo período de 30 dias prorrogáveis a contar da reabertura. Entre os atrativos, estão piscinas naturais, trilhas e percursos de mountainbike.

A Assessoria de Imprensa do ICMBio encaminhou ao ((o))eco a seguinte Nota Informativa: “O ICMBio informa que a reabertura dos parques nacionais administrados pelo instituto será realizada de forma gradual e com alinhamento com os estados e municípios. Para cada caso é estabelecido um plano, que deve determinar o número máximo de visitantes para evitar aglomeração e informar os atrativos disponíveis para visitação, entre outras regras estabelecidas nesse momento de pandemia”.

Os números do Coronavírus

De acordo com informações do LagomData, que realiza o monitoramento dos casos confirmados de Covid-19 nos municípios e estados brasileiros, o Distrito Federal já registrou 20.507 casos confirmados de Covid-19 e 274 mortes. No Brasil inteiro, até sábado (13), o país já havia contabilizado 850.514 casos e 42.720 mortes causadas pelo Covid-19, de acordo com dados oficiais do Ministério da Saúde.

 

Leia também

ICMBio autoriza reabertura de parques nacionais do Iguaçu e Aparados da Serra

ICMBio suspende visitação em unidades de conservação em prevenção ao coronavírus

Manual de sobrevivência na quarentena: como visitar os parques sem sair de casa

 

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Salada Verde
2 de abril de 2020

Manual de sobrevivência na quarentena: como visitar os parques sem sair de casa

Enquanto a recomendação é ficar de quarentena e os parques estão com a visitação suspensa, websérie é opção de fazer um passeio sem sair de casa

Notícias
17 de março de 2020

ICMBio suspende visitação em unidades de conservação em prevenção ao coronavírus

Ofício encaminhado hoje pelo presidente do ICMBio indica o fechamento de todos os parques nacionais por uma semana como medida preventiva ao Covid-19

Reportagens
9 de junho de 2020

ICMBio autoriza reabertura de parques nacionais do Iguaçu e Aparados da Serra

Portarias publicadas pelo presidente do ICMBio decretam a reabertura dos parques nacionais, “de forma gradual e monitorada”. Visitação estava suspensa desde março devido à pandemia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta