Fragmentos de óleo são encontrados na Rebio de Comboios, no Espírito Santo

quinta-feira, 14 novembro 2019 18:57
Quase 200 quilos de fragmentos de óleo são coletados das praias de Linhares. Foto: Felipe Tozatto/Secom/Prefeitura de Linhares.

As manchas de óleo que atingem o litoral do Nordeste há mais de dois meses chegaram à costa do Espírito Santo há uma semana. Ontem (13), foram encontrados fragmentos de óleo cru na Reserva Biológica (Rebio) de Comboios, local de desova de tartarugas. As manchas foram encontradas na praia da Regência, no município de Linhares. 

Segundo o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Naturais, Fabricio Borghi, nenhum ninho de tartaruga foi atingido até o momento.

“Foram encontrados fragmentos de óleos que estão sendo recolhidos e de certa forma destinados adequadamente. A gente está armazenando esse material em local apropriado para dar depois uma destinação final. Estão trabalhando nas praias as equipes do Exército, do município, da defesa civil nesse objetivo de recolher esses resíduos que estão chegando”, informou o secretário a ((o))eco.

Rio Doce não será fechado

Outra preocupação é se as manchas de óleo atingirão o Rio Doce, já afetado pelos resíduos da tragédia de Mariana. Fabricio Borghi desmente as informações de que a Prefeitura estuda fechar a foz do rio, mas afirma que barreiras estão sendo instaladas para a contenção do óleo.

“A preocupação com a Foz do Rio Doce é total. Agora, como o Plano Nacional de Contingência foi acionado, eu acredito que a Marinha assuma isso. Existem algumas atividades de contenção a serem feitas: instalação de algumas barreiras, na tentativa de evitar a entrada desse material…  é impossível fechar a foz do Rio Doce. Como alguns jornais disseram que nós vamos fechar a foz do Rio Doce. Isso é mentira, não tem condições de fechar o Rio Doce. O que será feito é a instalação de algumas barreiras para tentar conter o óleo que venha a chegar”, declarou o secretário a((o))eco.

O Sistema de Comando em Operações de Linhares solicitou ao governo estadual 1.300 metros de barreiras de contenção, 800 metros de rede BIDIM e 1.800 metros de redes de malha (pesca), que devem ser instalados em pontos estratégicos da foz.

Segundo o Comitê de Crise do Espírito Santo, montado para monitorar os avanços das manchas, até quarta-feira (13) foram coletados 192 quilos de resíduos de óleo das praias de Linhares.

 

 

Leia Também

Pesquisador consultado pelo Ministério da Agricultura não nega riscos no consumo do pescado do Nordeste

Quais são os riscos de entrar em contato com as manchas de óleo no Nordeste?

MPF quer que governo se reúna com estados para conter óleo

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.