Salada Verde

Da janela do avião, Mourão “verifica” que floresta não está queimando

Vice-presidente sobrevoou áreas de Rondônia onde o satélite do Ministério da Defesa havia apontado focos de calor e negou existência de queimadas, culpando as altas temperaturas

Duda Menegassi ·
24 de setembro de 2020
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Mourão versão satélite. Foto: Twitter/Reprodução

Quem precisa de satélite quando se tem um vice-presidente tão prestativo quanto o General Hamilton Mourão, não é mesmo? O vice verificou ele mesmo, da janelinha do avião, que as florestas de Rondônia onde o satélite do CENSIPAM (administrado pelo Ministério da Defesa) havia apontado focos de calor não estão queimando de verdade. “Esses focos registram temperaturas de +47° e não são necessariamente uma queimada ou incêndio. Verifiquei pessoalmente”, escreveu em suas redes na quarta-feira de tarde (23). Já os dados do Programa de Queimadas, sistema de monitoramento realizado pelo INPE e pelos inimigos imaginários do Mourão, mostram que apenas entre os dias 1º e 23 de setembro, o estado de Rondônia registrou 3.509 focos de calor. O total acumulado em 2020 já é de 7.386 focos.

Diferente dos dados do Programa Queimadas, as informações do satélite do CENSIPAM não estão disponíveis ao público.

O boletim meteorológico desta quinta-feira, feito pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, também do INPE (ops!), indica uma temperatura máxima em Porto Velho, capital rondonense, de 34°. (Duda Menegassi)

Leia também

Mourão inventa que há um opositor do governo no INPE que “divulga dados ruins”

  • Duda Menegassi

    Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Salada Verde
15 de setembro de 2020

Mourão inventa que há um opositor do governo no INPE que “divulga dados ruins”

Vice-presidente repete Bolsonaro e afirma que há um “opositor do governo” divulgando dados ruins sobre queimadas. Números são públicos e disponibilizados automaticamente

Reportagens
16 de maio de 2021

Maior banco suíço volta ao Brasil e coloca em risco compromisso ambiental

O maior banco suíço, o UBS, quer fazer negócios com empresas de carne, soja e agrotóxicos no Brasil, mas sem abrir mão da responsabilidade ambiental. A realidade, no entanto, mostra que não é tão fácil separar o agronegócio sustentável daquele associado ao desmatamento

Notícias
13 de maio de 2021

Mudança no licenciamento é aprovada e matéria vai ao Senado

Plenário rejeitou todas as emendas e o texto final do marco do licenciamento foi aprovado na íntegra. Proposta ainda pode ser modificada no Senado

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta