Salada Verde

Kátia Abreu perde processo contra Greenpeace

ONG foi processada após eleger senadora para o título de Miss Desmatamento. Desembargadores entenderam que brincadeira não foi "abusiva".

Redação ((o))eco ·
29 de julho de 2013 · 8 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Ativistas foram detidos ao tentarem entregar à senadora Kátia Abreu uma faixa de Miss Desmatamento. Foto: Divulgação
Ativistas foram detidos ao tentarem entregar à senadora Kátia Abreu uma faixa de Miss Desmatamento. Foto: Divulgação

A Justiça deu ganho de causa ao Greenpeace em ação movida pela senadora Kátia Abreu (PSD-TO) pedindo indenização por danos morais. Em 2009, a ONG realizou a entrega da faixa de “Miss Desmatamento” em protesto pela atuação da senadora como relatora da MP 458, conhecida como “MP da Grilagem”, que permitiu a legalização da invasão de terras na Amazônia.

Na ocasião, três ativistas da organização foram detidos pela polícia do Senado. A senadora entrou com ação na Justiça pedindo reparação, que foi concedida pelo juízo de 1ª instância da Justiça do Distrito Federal. O Greenpeace recorreu da decisão e, na semana passada, por decisão unânime dos desembargadores da 2ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, foi negado o pedido de 10 mil reais por danos morais.

Os desembargadores entenderam que “não houve (…) exercício abusivo da liberdade de manifestação do pensamento e da expressão” e que “a liberdade de pensamento não pode ser tolhida nesse caso, já que atende plenamente ao interesse da sociedade”.

Leia também

Salada Verde
23 de julho de 2021

Registro raro mostra uma mamãe onça com seu filhote na Serra do Mar

A cena foi flagrada por um armadilha fotográfica instalada pela equipe do Programa Grandes Mamíferos da Serra do Mar, que monitora a presença de animais como a onça-pintada e a anta na região

Análises
23 de julho de 2021

Termo ‘savanização’ precisa ser revisto nos discursos sobre degradação florestal

Associar a savana à ideia equivocada de que esta seria uma vegetação degradada e pobre favorece o discurso de que não há nada a ser conservado

Notícias
22 de julho de 2021

Ibama fecha acordo com agência japonesa para monitoramento via satélite da Amazônia

Acordo de cooperação foi assinado nesta quinta-feira e terá duração de 5 anos. Expectativa do Ibama é aumentar precisão da detecção de desmatamento na Amazônia

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta