Salada Verde

Liberado patrocínio ao Baleia Franca

Justiça garante legalidade da parceria entre a Petrobrás e o Projeto Baleia Franca. Repasses estavam atrasados.

Redação ((o))eco ·
30 de novembro de 2010 · 11 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente
Foto: Paulo C. Flores/CMA - IBAMA
Foto: Paulo C. Flores/CMA – IBAMA
Em julho deste ano, a 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região sentenciou, a partir de um agravo impetrado pelo Projeto Baleia Franca, que o patrocínio da Petrobrás, congelado desde dezembro de 2008 pela justiça, poderia ser restabelecido. Este mês, a mesma Turma aprovou o agravo impetrado pela própria empresa doadora com pedido exatamente igual: continuar o repasse das parcelas do contrato em vigor até o fim deste ano. A decisão é ótima notícia para a ONG Coalizão Internacional da Vida Silvestre (IWC/Brasil), responsável pelo PBF, uma vez que o projeto não tem recursos em caixa sequer para pagar os salários de seus funcionários.

De acordo com o dr. Carlos Rocker, advogado do PBF/Brasil, o agravo julgado contém as mesmas fundamentações daquele assinado no meio do ano e que previa o pagamento das parcelas retroativas a partir de agosto. Helder Canadas, Diretor Administrativo do Baleia Franca, também demonstra que a decisão prova a legalidade da parceria.

“A decisão proferida no Agravo da Petrobras consolida a posição da Turma que julgou. Ou seja, corrobora que o contrato e as prestações de contas efetuadas pelo PBF e a Petrobrás são plenamente válidos e estão em consonância com as leis, ou seja, são legítimos. Os Desembargadores deixam claro, ainda, que não existem indícios de atos que possam demonstrar atos ilícitos. A decisão proferida de modo imparcial demonstra a importância das pesquisas efetuadas pela ONG e a seriedade com que o PBF é conduzido”, diz.. (Felipe Lobo)

Saiba mais
Projeto Baleia Franca sem recursos

Leia também

Salada Verde
17 de junho de 2021

Em carta, SBPC se manifesta contra aprovação da nova Lei Geral do Licenciamento

Para a entidade, a versão do PL 3729/2004, aprovado na Câmara, é incompatível com a Constituição Federal e fere princípios da gestão ambiental nacional

Salada Verde
17 de junho de 2021

Em apenas um mês, desmatamento na Amazônia aumentou 70%

Com 1.125 km² de floresta desmatada, é a terceira vez consecutiva que a destruição no bioma bate o recorde em uma década, tendo o pior saldo para o mês de maio desde 2010

Reportagens
17 de junho de 2021

Cheia histórica no Amazonas é uma mistura da variabilidade natural com mudanças climáticas

Porto de Manaus registrou nível do Rio Negro de 30,02 metros, a maior altura desde 1902. Com a água invadindo casas à margem dos igarapés, população local fica em situação de extrema vulnerabilidade

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta