O melhor do ano em ((o))eco: Rio+20

O melhor do ano em ((o))eco: Rio+20

((o))eco
sábado, 29 dezembro 2012 15:00

Blá, blá, blá, blá, blá. Vamos confessar, foi essa a sensação de cobrir a esperada Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. Tirando o desfile de políticos e diplomatas de alta estirpe que passaram pelo Riocentro, local do encontro, o resto foi um tédio. Ao final de uma semana de negociações, os líderes mundiais aprovaram um texto sem ambição e que, em essência, é uma carta de intenções e decisões postergadas. Felizmente, as atividades paralelas ao evento principal foram mais dinâmicas. Abaixo, a nossa seleção de textos para entender a conferência e sua conclusão, as melhores colunas que publicamos sobre ela e fotos que marcaram o evento.

É legítima a revolta contra os resultados oficiais, mas o encontro também rendeu 700 acordos voluntários que somam 513 bilhões de dólares.
O texto aprovado foi pouco ambicioso, mas a Rio+20 não pode ser considerada uma derrota, devido às iniciativas e debates que catalizou.
Mostra que expressou contrastes, a babel de línguas e a variedade de nacionalidades e etnias atraiu 200 mil pessoas ao Forte de Copacabana.
Texto difuso transfere para o futuro acordos mais consistentes. A delegação brasileira, líder da negociação, comemorou como vitória.
Entre as duas conferências que marcaram o Rio de Janeiro, a primeira foi palco de grandes acordos e a segunda indica uma decepção anunciada.
Montamos uma lista com boas fontes brasileiras de informação jornalística e acadêmica sobre o encontro. Confira as nossas dicas.
Preparamos uma lista de documentos oficiais e dica de livro para ficar por dentro dos debates e histórico do mega encontro.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.