Reportagens

João Lara Mesquita: “Vejo a gente detonar e maltratar a costa”

O velejador e jornalista conta como a costa entre Rio e São Paulo passou de quase virgem a maltratada. E fala do que viu ao produzir a série “Mar sem fim”.

José Truda Palazzo, Jr. ·
23 de setembro de 2015 · 6 anos atrás
24092015-joao-lara
João Lara.

O velejador e jornalista João Lara Mesquita conta o que viu ao produzir a “Mar sem fim”. Nesta entrevista, ele relembra como conheceu quase virgem a costa que se estende ao longo da distância entre Rio de Janeiro e São Paulo, e como a abertura da estrada Rio-Santos, “a famigerada BR101, em seis meses, detonou a região”. Nos quarenta anos que se passaram, diz, “continuo vendo a gente detonar e ocupar mal a costa, maltratar a costa, acabar com a sua beleza cênica”.

Ele é a favor da ocupação e exploração turística da costa brasileira, mas seguindo limites que preservem a natureza e não destruam os seus ecossistemas. Também reconhece que o problema é mundial, extrapola o Brasil.

Para dar uma contribuição, quis investigar a situação da áreas protegidas marítimas brasileiras. Foi como surgiu a “Mar sem fim”, que após seu término ficará disponível ao público no seu site, inclusive para download.

Sua conclusão é que o estado dos áreas marítimas que visitou é péssimo, pior do que podia imaginar. “Para começar, é uma exceção a [administração de] unidade de conservação marinha que tem barco”, relata.

Abaixo, veja o vídeo completo da entrevista de João Lara Mesquita


 

Veja também
Maria Teresa Jorge Pádua: “É possível fazer plano de manejo em um mês”
CBUC recebe Exposição Conexão Estação Natureza

 

 

 

  • José Truda Palazzo, Jr.

    José Truda é jardineiro, escritor, consultor em meio ambiente especializado em conservação marinha e tratados internacionais, e indignado.

Leia também

Notícias
23 de setembro de 2015

CBUC 2015: CBUC recebe Exposição Conexão Estação Natureza

Mostra esteve em seis capitais e retorna a Curitiba para a celebração aos 25 anos da Fundação Grupo Boticário.

Reportagens
23 de setembro de 2015

Maria Tereza Jorge Pádua: “É possível fazer plano de manejo em um mês”

Ela conta o processo que levou a lei do SNUC, mas critica a burocracia que dificulta a gestão e criou excesso de categorias de áreas protegidas.

Notícias
20 de setembro de 2021

Pantanal: resgate de jacarés e o fim deste blog

No nosso último dia no Pantanal matogrossense, acompanhamos uma mega operação do GRAD, IBAMA, Brigada Pantanal Norte da SOS Pantanal e Ecotrópica para translocação de jacarés

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta