Fabio Scarano: “Ter as metas é melhor do que não ter meta”

Claudio Angelo e Marcio Isensee e Sá
terça-feira, 29 setembro 2015 1:33
Cláudio Angelo, editor do Observatório do Clima, entrevista Fabio Scarano, no stand de ((o))eco.

Em junho, durante visita a Casa Branca, a presidente Dilma Rousseff anunciou uma série de compromissos ambientais que deverão ser cumpridos até 2030. O principal deles seria zerar o desmatamento ilegal em 15 anos e recuperar 12 milhões de hectares de florestas.

Em conversa no stand de ((o))eco realizado na quinta-feira (24), Fabio Scarano, diretor-executivo da Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável, afirma que embora tímidas, a existência das metas é positiva e se cumprida, fará uma redução substância na emissão de gases de efeito estufa no país.

“Estamos vislumbrando a possibilidade de em 2030 ter desmatamento ilegal zero. Hoje na Amazônia 80% do desmatamento é legal […]. A gente já está vislumbrando a possibilidade das propriedades terem o CAR [Cadastro Ambiental Rural] feito, de terem o plano de regularização ambiental feito também. Imagina a situação fundiária do Brasil regularizada, o código florestal integralmente cumprido, com APP funcionando, com reserva legal funcionando, é uma perspectiva muito boa, que vai ajudar com o sequestro desses gases”, afirma.

Veja a entrevista completa no vídeo abaixo.

 

 

Leia Também
Marina Silva: “O povo sabe o que quer, mas também quer o que não sabe”
Guilherme Dutra: “Áreas protegidas podem ser grande vetores do desenvolvimento”
Ana Luiza da Riva: “Conexão com Natureza passa pelo direito de usufruir parques”

 

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.