Reportagens

Brasil em chamas

Outubro chegou com chuva em boa parte do país. Mas os 4.290 focos de calor registrados na última sexta-feira ainda colocam o Brasil em situação crítica. 83 áreas protegidas enfrentam labaredas.

Andreia Fanzeres ·
2 de outubro de 2009 · 12 anos atrás

O Brasil continua na liderança absoluta no número de focos de calor registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) entre quinta e esta sexta-feira. Foram 4.290 contra 692 identificados na Bolívia, segundo lugar. Só Mato Grosso teve 927 incêndios vistos pelos satélites, seguido por Pará (629) e Bahia (608). No estado de Blairo Maggi, que tem três vezes mais bois do que moradores, esse foi um típico sinal de que a população voltou a atear fogo sem medo de sanções, embora provocar incêndios sem autorização legal seja crime ambiental em qualquer parte do país a qualquer época do ano. Até o dia 30 de setembro vigorava o período proibitivo de queimadas, que havia começado no dia 15 de julho. No último dia de proibição, o estado conseguiu segurar 510 focos de calor, depois os números voltaram a disparar. Em decorrência da fumaça, quem está em Mato Grosso vive hoje sob os piores índices de qualidade do ar do país, com destaque para a região norte, onde a concentração de monóxido de carbono chegou a três mil partes por bilhão (ppb). Cerca de 83 unidades de conservação brasileiras apresentaram focos em seu interior ou nos limites próximos.

  • Andreia Fanzeres

    Jornalista de ((o))eco de 2005 a 2011. Coordena o Programa de Direitos Indígenas, Política Indigenista e Informação à Sociedade da OPAN.

Leia também

Notícias
27 de julho de 2021

MPF entra com ação civil pública contra fusão do Ibama e ICMBio

Procuradores pedem que Ministério do Meio Ambiente e autarquias escutem a sociedade civil e consulte povos afetados antes de qualquer decisão administrativa sobre o fim do ICMBio

Salada Verde
27 de julho de 2021

Inscrições abertas para 3º turma do curso on-line “Somos Mata Atlântica”

Curso reforça a importância do reflorestamento e conservação e é voltado para a formação gratuita de professores ou gestores municipais no interior de São Paulo e Minas Gerais

Salada Verde
26 de julho de 2021

“A odisséia do budião”: filme destaca a relevância da preservação da espécie para o equilíbrio ecológico dos mares

Mais conhecido como ‘peixe-papagaio’, o budião fornece um importante serviço para o controle dos recifes, mas está em risco de extinção desde 2014

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta