Reportagens

Mato Grosso carbono zero

Marina Silva diz que Brasil terá metas de redução do desmatamento. E governador Blairo Maggi vai à Conferência do Clima para anunciar que Mato Grosso será carbono zero.

Gustavo Faleiros ·
12 de dezembro de 2007 · 14 anos atrás

O governador do Mato Grosso, Blairo Maggi, chegou em Bali para a Conferência do Clima e trouxe novidades na manga. Assinou com a ministra do Meio Ambiente nesta quarta um acordo para iniciar um programa estadual de combate ao desmatamento. Segundo ele, a prioridade imediata é a recuperação de matas ciliares, além de impedir que novos desmatamentos ocorram nas áreas de preservação permanente. O próximo passo seria montar um esquema de pagamento por serviços ambientais no estado. Segundo Maggi, com um incentivo como esse os produtores rurais poderiam preservar mais do que os 80% de reserva legal na Amazônia. “Queremos que o Mato Grosso seja um estado carbono neutro”, exalta.

Parece que o aquecimento global está mesmo na agenda do homem que já foi (ou é?) considerado o algoz da floresta. A outra novidade que ele está trazendo na Indonésia é o fundo de 20 milhões de reais, a ser lançado em parceria com a The Nature Conservancy com o objetivo de aumentar o cadastramento de propriedades rurais no sistema de licenciamento do Mato Grosso. De acordo com Maggi, até o momento 35% das fazendas mato-grossense estão cadastradas, ou 14 milhões de hectares, e outros 50 milhões de hectares precisam ser incluídos no cadastro.

Perguntado se acredita que o desmatamento vai voltar a crescer, Maggi foi direto. “Tenho dito que há um leão adormecido, e ele está acordando. Mas não acho que teremos níveis tão altos como os de 2004”, disse em referência ao pico de 2,7 milhões de hectares. Em sua opinião o pessoal da soja já está satisfeito com as áreas abertas e não vai mais desmatar para plantar. Será mesmo?

  • Gustavo Faleiros

    Editor da Rainforest Investigations Network (RIN). Co-fundador do InfoAmazonia e entusiasta do geojornalismo. Baterista dos Eventos Extremos

Leia também

Análises
24 de junho de 2021

O teste de fidelidade de Joaquim Leite

15 medidas que o novo ministro do Meio Ambiente deveria tomar para mostrar que é diferente de Ricardo Salles

Notícias
24 de junho de 2021

Ação exige que o poder público apresente plano para prevenção de novo desastre no Pantanal

Partidos vão ao STF demandar que a União e Estados pantaneiros apresentem em até 30 dias medidas que evitem as queimadas intensas que ocorreram em 2020 e que podem ser piores neste ano

Salada Verde
24 de junho de 2021

Em discurso de saída, Salles anuncia concurso com mil vagas para o Ibama e ICMBio

De acordo com ex-ministro, concurso foi autorizado pelo Ministério da Economia. Se confirmado, anúncio afasta possibilidade de extinção do ICMBio

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta