Notícias

Ladrões assaltam sede do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Duas caminhonetes e uma arma foram roubadas. Na fuga, houve troca de tiros com a polícia e um assaltante foi morto. O resto do grupo fugiu.

Daniele Bragança ·
6 de janeiro de 2016 · 6 anos atrás
Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Foto: Wikipédia.
Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Foto: Wikipédia.

A noite da última segunda-feira (04) foi de pânico no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás. Bandidos invadiram o parque atrás de armamentos dos vigias e roubaram duas caminhonetes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pela área. Na fuga, já fora da unidade de conservação, trocaram tiros com a polícia e um dos assaltantes acabou morto. Os outros suspeitos fugiram. Não se sabe precisar se foram dois ou três.

O ataque ocorreu na sede de administração do parque no distrito de São Jorge, em Alto Paraíso de Goiás, onde também fica o centro de visitantes. Um grupo de assaltantes renderam um vigilante, que foi algemado e trancado em um dos banheiros. Eles estavam atrás de armas. A arma do vigilante foi roubada e os assaltantes ficaram por alguns minutos procurando uma segunda arma. Objetos de posse do vigilante que estavam numa mochila também foram levados. Lá havia um GPS e material usado para fiscalização. Laptops também foram roubados, junto com duas caminhonetes.

O vigilante conseguiu se soltar após a saída dos criminosos e avisou a polícia militar, que fechou a rodovia. As caminhonetes foram identificadas e começou a perseguição. Na fuga, a polícia atirou nos pneus para obrigar os bandidos a pararem. Houve troca de tiros e uma caminhonete capotou após o motorista levar um tiro e perder o controle. A outra parou após receber tiros nos pneus. O grupo de assaltantes fugiu. O que foi alvejado morreu no local.

Todos os objetos roubados foram recuperados, mas a caminhonete que capotou provavelmente foi perdida. “É uma pena, pois era uma caminhonete nova”, afirma Carla Guaitanele, chefe da unidade. A outra caminhonete terá que ficar algum tempo parada, pois foi atingida por disparos.

Ontem (05), a visitação no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi suspensa para que a PM realizasse a perícia. A visitação já voltou ao normal e o parque segue aberto.

“Foi um assalto ousado, dentro de uma área de conservação federal, mas acabou tudo bem, a visitação já está funcionando normalmente”, finaliza a analista ambiental.

Sobre a área protegida

O parque nasceu em 1961, no fim do mandato de Juscelino Kubitschek. Mas era chamado Parque Nacional do Tocantins e tinha um tamanho de 625 mil hectares, quase dez vezes maior do que o atual. A sua área foi reduzida em duas ocasiões, chegando aos atuais 65,5 mil hectares.

Estratégico para a manutenção do cerrado da região, a unidade de conservação passa atualmente por processo ampliação do parque dos atuais 65 mil para 235 mil hectares.

 

 
Leia Também

Ampliação garantirá sobrevivência do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Chapada dos Veadeiros inaugura primeira travessia com pernoite

Ovos da esperança na Chapada dos Veadeiros


 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Reportagens
9 de setembro de 2008

Ovos da esperança na Chapada dos Veadeiros

Ovos de pato-mergulhão são avistados pela 1ª vez na Chapada dos Veadeiros (GO). Embriões morreram, mas deixaram no ar a possibilidade do manejo da ave em cativeiro.

Notícias
24 de junho de 2013

Chapada dos Veadeiros inaugura primeira travessia com pernoite

Amantes da natureza poderão explorar as belezas naturais do cerrado e conhecer as Sete Quedas, a mais nova atração da Unidade de Conservação.

Reportagens
4 de agosto de 2015

Ampliação garantirá sobrevivência do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Começa em agosto consulta pública sobre proposta que triplica área da unidade, para protegê-la das mudanças de uso da terra no seu entorno.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. PAndre diz:

    ICMBio um órgão falido, tem vigilantes a conta gotas ( quando têm ), expondo os patrimônios móveis, naturais, e seus próprios servidores… falta tudo, mas como é de praxe, mais fácil lavar as mãos… uma vergonha ! Pra ficar assim, melhor fechar as portas, seria mais honesto com a sociedade.