Notícias

Governo do Amazonas revisará lei que libera peixes exóticos no estado

Após sofrer pressão de especialistas e do Ministério do Meio Ambiente, governador José Melo (PROS) prometeu estudar medida.

Daniele Bragança ·
2 de junho de 2016 · 5 anos atrás
Foto: Rose Davies/Flickr.
Tilápias e outras espécies exóticas são uma ameaça aos peixes locais. Foto: Rose Davies/Flickr.

O governo do Amazonas revisará a lei que libera a introdução de peixes exóticos nos rios do estado. Após uma enxurrada de críticas de órgãos e  instituições ligados ao meio ambiente, incluindo o Ministério do Meio Ambiente e o Ministério Público Federal, o governador José Melo (PROS) anunciou que encaminhará à Assembleia Legislativa uma mudança na lei.

A Lei nº 4.330/2016, sancionada nesta segunda-feira 30 de maio, disciplina a atividade de aquicultura no estado. O governador proporá mudanças em dos seus 4 artigos, justamente aqueles que permitem a introdução de peixes exóticos e prevêem o barramento de iguarapés para a criação desses peixes. A proposta de alteração será enviada na sexta-feira (3) ao legislativo, que terá três dias para analisar a proposta.

Em nota, o Governo do Estado afirmou que o cultivo de peixes não-nativos só será permitido “por meio de canal de derivação, observando o volume de água no local especificado e as espécies nativas da região que serão cultivadas, conforme regulamentação posterior”.

“O Governo do Estado defende iniciativas voltadas à manutenção da biodiversidade de peixes amazônicos e incentiva o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para o fortalecimento da piscicultura com espécies nativas em áreas antropizadas, objeto da nova Matriz Econômica Ambiental do Estado, atualmente em processo de construção. Reitera, ainda, que está sempre aberto a discussões mais amplas com a sociedade com o intuito de ouvir as demandas e sugestões para o fortalecimento da agenda ambiental”, diz o comunicado.

 

Leia Também

Tilápia, pra quê, governador?

Canetada do governador do Amazonas ameaça a maior floresta tropical do mundo

Invasão das tilápias pode virar lei

 

 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Reportagens
16 de abril de 2012

Invasão das tilápias pode virar lei

Projeto de Lei do deputado Nelson Meurer (PP-PR) libera a criação de peixes exóticos em tanques-redes de reservatórios hidrelétricos.

Análises
1 de junho de 2016

Canetada do governador do Amazonas ameaça a maior floresta tropical do mundo

Lei sancionada pelo governador do Amazonas pode causar destruição em cadeia ao permitir a introdução de espécies de peixes não nativos e o barramento dos igarapés.

Notícias
2 de junho de 2016

Tilápia, pra quê, governador?

Lei estadual do Amazonas permite a introdução de espécies exóticas via piscicultura e gera protestos até mesmo do Ministro do Meio Ambiente.

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Zé Pereira diz:

    “por meio de canal de derivação, observando o volume de água no local especificado e as espécies nativas da região que serão cultivadas, conforme regulamentação posterior”. Observado por quem? Ninguém neste estado fiscaliza nada. Se na estrada para Novo Airão, que é muito perto da capital, fazem o que fazem, imagina nos interiores do estado. Tem que revogar tudo.