Notícias

Brasil vai sediar encontro da Comissão Internacional da Baleia em 2018

Durante discurso em Portoroz, Sarney Filho anunciou que nova reunião da CIB será no país. Ministro está na Eslovênia por causa da votação para criação de Santuário no Atlântico Sul

Daniele Bragança ·
24 de outubro de 2016 · 5 anos atrás
Votação pra criação do Santuário ocorrerá nessa terça-feira. Foto: Projeto Baleia Jubarte.
Votação pra criação do Santuário ocorrerá nessa terça-feira. Foto: Projeto Baleia Jubarte.

O Brasil sediará a reunião da Comissão Internacional da Baleia (CIB) em 2018. A novidade foi anunciada pelo ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, durante discurso na plenária da 66ª reunião da CIB, que discute a criação do Santuário de Baleias do Atlântico Sul.

MapaSantuárioO santuário de baleias é uma zona livre de caça de cetáceos que abarca toda a porção do Atlântico entre o litoral brasileiro, uruguaio, argentino e o continente africano. 

Faltam apenas 7 votos para que a proposta de Brasil, Argentina, Uruguai, África do Sul e Gabão se torne realidade. O santuário precisa de 75% de votos dos países presentes na plenária para ser aprovado.

 

Leia Também

O Futuro das Baleias e um Tratado de Outro Planeta

Faltam só 4 votos para a criação do Santuário de Baleias do Atlântico Sul

 

 

 

  • Daniele Bragança

    É repórter especializada na cobertura de legislação e política ambiental. Formada em jornalismo pela Universidade do Estado d...

Leia também

Notícias
18 de agosto de 2016

Faltam só 4 votos para a criação do Santuário de Baleias do Atlântico Sul

Brasil, Uruguai, Argentina, Gabão e África do Sul lançaram nesta quinta-feira uma campanha internacional para mobilizar os países a aprovar a proposta.

Colunas
20 de outubro de 2016

O Futuro das Baleias e um Tratado de Outro Planeta

Convenção Internacional da Baleia foi escrita em 1946 e é regida por normas definidas para um planeta que já não existe mais

Notícias
22 de junho de 2021

Lira diz que vai discutir mineração em terra indígena com líderes

Em discurso após protestos de indígenas contra a proposta que acaba com a demarcação de terras indígenas, presidente da Câmara afirmou que vai pautar a regulamentação da mineração

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta