Notícias

Mais social

O governo do Acre apresentou nesta quarta-feira o seu Zoneamento Econômico-Ecológico (ZEE). Nestes tempos em que meio ambiente só faz perder espaço para o “social”, o Estado traz a sua contribuição. Além de econômico e ecológico, o estudo ganha um novo eixo. É o “cultural-político”. A idéia é considerar “as reivindicações das comunidades locais na construção de soluções para uma sociedade sustentável”, segundo Carlos Edegard de Deus, o secretário de Meio Ambiente.

Lorenzo Aldé ·
29 de março de 2006 · 16 anos atrás
  • Lorenzo Aldé

    Jornalista, escritor, editor e educador, atua especialmente no terceiro setor, nas áreas de educação, comunicação, arte e cultura.

Leia também

Notícias
24 de setembro de 2021

Grupo de Trabalho finaliza relatório e recomenda manter separados o Ibama e ICMBio

Relatório foi publicado nesta sexta-feira na página oficial do Ministério do Meio Ambiente. No final de julho, o MPF entrou com ação civil pública contra a fusão

Notícias
24 de setembro de 2021

Ameaçado pelo avanço da agricultura, Pampa é o bioma que mais perde vegetação nativa

Levantamento do Mapbiomas mostra que em 36 anos o segundo menor bioma do país perdeu 21,04% de sua cobertura vegetal. Maior parte da perda foi para a produção de soja

Notícias
24 de setembro de 2021

Servidores da Bahia entram com ação contra “Secretária-Diretora” do Meio Ambiente no estado

Associação de servidores ambientais denuncia inconstitucionalidade do acúmulo de cargos de chefia na área ambiental do estado exercido por Márcia Telles há mais de 4 meses

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta