2ª temporada do Pé no Parque exibe paraíso desconhecido do Superagui

2ª temporada do Pé no Parque exibe paraíso desconhecido do Superagui

Redação ((o))eco
quinta-feira, 14 março 2019 18:42
Na Praia Deserta, com cerca de 38 km de extensão, a natureza reina soberana. Foto: Duda Menegassi/Pé no Parque.

O Pé no Parque está de volta! Na missão de mostrar ao público a importância das áreas protegidas brasileiras e suas paisagens, a nova temporada da websérie desembarca no litoral do Paraná, no Parque Nacional do Superagui (PR). O primeiro episódio, intitulado “A joia do litoral paranaense”, já está disponível no canal do Youtube do WikiParques. Nas próximas semanas, entrarão no ar os outros três episódios, todos filmados no interior do parque paranaense.

O projeto é uma realização da Associação O Eco e apresentação do WikiParques, com patrocínio da Fundação Grupo Boticário. Lançado em 2018, quando sua 1ª temporada estreou no IX Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação (CBUC), o Pé no Parque tem como objetivo conscientizar o público sobre o papel e importância dos parques brasileiros através da poderosa ferramenta do audiovisual.

Na 2ª temporada,  o Pé no Parque leva o público para a ilha de Superagui, protegida desde 1989, que abriga praias desertas, ilhas intocadas e fauna diversa, como o papagaio-da-cara-roxa (Amazona brasiliensis) e o mico-leão-de-cara-preta (Leontopithecus caissara). Os episódios mostram um pouco da rica biodiversidade dos manguezais e restingas, das raízes caiçaras das comunidades que vivem ali, no entorno e no interior da unidade de conservação, e de toda a história da região. Um dos destaques é o fandango, uma tradição de dança e música herdada da roça que se mantém viva em Superagui.

A roteirista do projeto e repórter de ((o))eco e do WikiParques, Duda Menegassi, conta que o objetivo da série é despertar o interesse das pessoas sobre os parques e aproximá-las das áreas protegidas, assim como da ideia de conservação da natureza.

“A beleza é uma poderosa ferramenta de conservação porque ela traduz de forma muito simples, através de uma imagem, o quão importante e especial é aquele lugar. Através das belas imagens filmadas nos parques, que guardam paisagens impressionantes e muitas vezes desconhecidas pelas pessoas, junto com falas acessíveis de personagens locais, esperamos fazer o público valorizar mais os parques e a proteção da natureza. Além, é claro, de estimular a visitação dessas áreas”, explica a roteirista.

A equipe se reúne em torno da charrete que facilitou o transporte dos equipamentos pela praia. Foto: Micael Hocherman/Pé no Parque.

A direção da websérie é do fotógrafo Marcio Isensee e Sá, diretor do documentário Sob a Pata do Boi (2018). Isensee ressalta que a segunda temporada do Pé no Parque consolida o esforço do WikiParques e de ((o)) eco de difundir as nossas áreas protegidas abertas à visitação. “O Parque Nacional do Superagui, além de ser um local muito importante para conservação da Mata Atlântica e de ambientes costeiros, é também um lugar de muita cultura e história”, acrescenta Isensee. “A nossa equipe tem o objetivo de encantar as pessoas, por isso a gente investe na fotografia, nos roteiros, buscando sempre personagens fortes e que possam contar a história nesses episódios de 5 minutos feitos exatamente para esse público da internet”, completa.

Para marcar a estreia da 2ª temporada do Pé no Parque, foi organizada a exibição dos 4 episódios sobre o Parque Nacional do Superagui durante as comemorações de aniversário de Guaraqueçaba. É no município, que completou 474 anos na última segunda-feira (11/03), que está localizado integralmente o parque. A apresentação reuniu cerca de 60 pessoas no prédio histórico do Mercado Municipal da cidade e teve abertura da administradora da Reserva Natural Salto Morato (PR), Ginessa Correa. A Reserva Particular do  Patrimônio Natural (RPPN), também está localizada em Guaraqueçaba e é mantida pela Fundação Grupo Boticário, patrocinadora da websérie.

Cada temporada traz 4 episódios, com aproximadamente 5 minutos de duração cada, nos quais a área protegida é apresentada ao público. A 1ª temporada completa já está disponível no Canal do WikiParques no Youtube (assista aqui e acompanhe os lançamentos da 2ª temporada).

 

Leia Também 

O primeiro episódio do Pé no Parque está no ar!

Livro-reportagem de ((o))eco apresenta 11 travessias em unidades de conservação

No meio da metrópole tinha uma trilha

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.