Se ganhar, Helder Barbalho pode reduzir Unidades de Conservação no Pará

Daniele Bragança
segunda-feira, 4 agosto 2014 21:05
Helder Barbalho (de pé, discursando) e Josefina Carmo (sentada, à esquerda) em audiência pública realizada em 2012. Foto: Blog da Deputada.
Helder Barbalho (de pé, discursando) e Josefina Carmo (sentada, à esquerda) em audiência pública realizada em 2012. Foto: Blog da Deputada.

Herdeiro político do cacique Jader Barbalho, Helder Barbalho (PMDB) se comprometeu a revisar 5 unidades de conservação da região de Calha Norte, no Pará, caso seja eleito. A promessa foi feita durante reunião na cidade de Monte Alegre, no dia 19 de maio, e  confirmada na página oficial da deputada Josefina Carmo (PMDB), candidata à reeleição à Assembleia Legislativa do estado. De acordo com o texto da página oficial, as unidades criadas em 2006 criaram problemas ao desenvolvimento da região.

“A revolta se deve a restrições de exploração de alguns recursos naturais que são importantes ao desenvolvimento regional e que estão em áreas incluídas nos limites das unidades de proteção integral, e não das Flotas”, afirma o texto. A ideia é redefinir os limites entre os mosaicos, permitindo que parte das hoje unidades de proteção integral sejam exploradas. A discussão, afirma a nota, será reaberta ano que vem, caso Helder Barbalho vença.

Em 2006, o governo do estado do Pará criou 5 Unidades de Conservação na região de Calha Norte, totalizando 12,8 milhões de hectares de área protegida, a maior área preservada em lei no mundo, através de uma única edição do Diário Oficial do Estado. Foram criadas 3 unidades de uso sustentável (as Florestas Estaduais de Paru, Trombetas e Faro) e 2 de proteção integral (Reserva Biológica Maicuru e a Estação Ecológica Grão-Pará). A Estação Ecológica Grão-Pará é a maior unidade de proteção integral do país, com 4.245.819 ha, ultrapassando o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, no estado vizinho, o Amapá.

Em dezembro de 2006, Carolina Elia escreveu para ((o))eco sobre a criação dessas áreas protegidas e como a medida era importante para evitar grilagem de terra na região, local com poucos moradores. Quase 8 anos depois, o retalhamento das unidades entra na mesa de negociação em troca de apoio político para a eleição de 2014.

A candidatura de Helder Barbalho (PMDB) já tem o apoio de 10 partidos, incluindo o PT e o DEM, que são inimigos na arena federal. O lançamento da candidatura contou com a ilustre presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 30 de junho e aval da presidente Dilma Rousseff, que desejou boa sorte ao que chamou de herdeiro da caminhada do pai, Jader Barbalho, como registrou o colunista Josias de Souza, da Folha de S. Paulo.

 

Leia Também
O gigante amazônico    
O canto do cisne verde    
Festa garantida    

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.