Notícias

Copa do Mundo das áreas protegidas: Rússia

A Rússia é um país-continente de futebol ok, que protege uma área do tamanho de um país médio, embora isso represente apenas 9% da sua área.

Eduardo Pegurier ·
13 de julho de 2014 · 7 anos atrás

O mapa engana, a Rússia não é só grande, ela é enorme. Com uma área de 16,9 milhões de quilômetros quadrados (km2), cerca do dobro do Brasil, é o maior país do mundo, embora boa parte seja pouco habitada e gelada. Em Copas do Mundo, em 2014 ela teve a sua décima participação. No total, obteve 17 vitórias em 37 partidas (45% de aproveitamento) e sua melhor posição foi um 4º lugar na Copa de 1966, na Inglaterra. Nesta edição brasileira, a Rússia não passou da primeira fase, depois de empatar com a Coreia do Sul, perder para a Alemanha e, de novo, empatar com a Argélia. Embora o futebol seja o esporte russo mais popular, desse jeito, talvez seja melhor se dedicar ao hóquei no gelo, o 3º na preferência nacional e que enfrenta menos concorrência.

De acordo com o site Protect Planet,  A Rússia protege 9,07% da sua área terrestre, o que fica 2,4% abaixo da média mundial, mas espera lá: estamos falando de 1,3 milhões de km2 (ou 130 milhões de hectares), semelhante ao tamanho de um país como Angola ou Peru. Em compensação, se sai bem ao proteger 10,81% de sua área marítima, 6,5% acima da média mundial. São 11.270 áreas protegidas terrestres e 61 marinhas, das quais 68 estão classificadas na categoria II da IUCN, que abarca os parques nacionais.

A Rússia tem 41 parques nacionais, dos quais os mais antigos são Losiny Ostrov, criado apenas em 1983, e Mariy Chodra, com fundação em 1985, nos últimos anos antes do colapso do comunismo e da própria União Soviética (1922-1991). O maior é o Parque Nacional Yugyd Va, estabelecido em 1994, que com seus 1,9 milhão de hectares também é o maior parque nacional da Europa. Outro dos grandes parques russos é o Russkaya Arktika (Parque Nacional da Rússia Ártica), com 1,4 milhão de hectares.

O Parque Nacional Losiny Ostrov fica na capital, Moscou, em área que na época de príncipes e czares funcionou como uma exclusiva e bem guardada reserva de caça. Tem 11,6 mil hectares, dos quais 47% são fechados ao público, 27% são de trilhas com uso controlado, e 26% são completamente abertos ao público para uso recreativo. Ocupa uma planície ondulada que faz parte da bacia do rio Moskva (ou rio Moscou). É lar de alces, javalis e castores, entre 48 espécies de mamíferos, 200 de aves e mais de mil plantas.

O Parque Nacional Yugyd Va fica na República de Komi, ao oeste do Montes Urais. Engloba montanhas e áreas planas e fica dentro da bacia do rio Pechora. Metade é coberta por florestas boreais e a outra metade, principalmente, de tundra, um bioma de vegetação baixa e estações de crescimento curtas em decorrência do frio. Abriga alces eurasianos (Alces alces), renas, ursos,e raposas, lebres e esquilos voadores, além de 180 espécies de aves.

Veja abaixo algumas das figurinhas carimbadas das unidades de conservação da Rússia.

PParque Nacional de Mariy Chodra
PParque Nacional de Mariy Chodra

Se você quiser torcer para o Brasil neste campeonato de áreas protegidas, acesse o WikiParques e conheça mais sobre as unidades de conservação de nosso país. O WikiParques é um site interativo dedicado aos cidadãos que querem compartilhar seus conhecimentos, explorar e debater sobre nossos Parques Nacionais  e áreas protegidas. Colabore para proteger.

 

Leia também

Copa das áreas protegidas: Bélgica
Copa das áreas protegidas: França
Copa do Mundo das áreas protegidas: Equador
Copa do Mundo das áreas protegidas: Japão
Copa do Mundo das áreas protegidas: Holanda
Copa do Mundo das áreas protegidas: Costa do Marfim
Copa do Mundo das áreas protegidas: Estados Unidos
Copa do Mundo das áreas protegidas: Espanha
Copa do Mundo das áreas protegidas: Argentina
Copa do Mundo das áreas protegidas: Alemanha
Copa do Mundo das áreas protegidas: Costa Rica
Copa do Mundo das áreas protegidas: Itália
Copa do Mundo das áreas protegidas: Gana
Copa do Mundo das áreas protegidas: Coréia do Sul
Copa do Mundo das áreas protegidas: Nigéria
Copa do Mundo das áreas protegidas: Inglaterra
Copa do Mundo das áreas protegidas: Camarões
Copa do Mundo das áreas protegidas: Argélia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Bósnia e Herzegovina
Copa do Mundo das áreas protegidas: Suíça
Copa do Mundo das áreas protegidas: Colômbia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Austrália
Copa do Mundo das áreas protegidas: México
Copa do Mundo das áreas protegidas: Irã
Copa do Mundo das áreas protegidas: Honduras
Copa do Mundo das áreas protegidas: Grécia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Chile
Copa do Mundo das áreas protegidas: Croácia

 

 

  • Eduardo Pegurier

    Mestre em Economia, é professor da PUC-Rio e conselheiro de ((o))eco. Faz fé que podemos ser prósperos, justos e proteger a biodiversidade.

Leia também

Notícias
12 de setembro de 2021

Compre tuviras e salve ariranhas ilhadas pela seca no Pantanal

Grupo abastece com água e peixes os rios secos que cruzam a Transpantaneira. Medida é para evitar que ariranhas e lontras morram de sede e fome

Notícias
11 de setembro de 2021

Caminhões-pipa abastecem tanques espalhados pela RPPN Sesc Pantanal

Seis dos 50 tanques espalhados pela unidade de conservação estão sendo abastecidos pelos caminhões-pipa. Medida ameniza efeitos da seca sobre a vida silvestre

Salada Verde
10 de setembro de 2021

Passagem só de ida: sem autorização, helicóptero deixa “trompetistas do apocalipse” em cume no PARNASO

Os dois infratores – que seguem vivos – foram deixados de forma irregular no Dedo de Deus, dentro do Parque Nacional da Serra dos Órgãos no dia 02 de setembro e ainda não foram resgatados

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 6

  1. joão oliveira botelho diz:

    Deixem os pobres sujeitos curtirem seu apocalipse pessoal. É a escatologia da imbecilidade.


  2. Alzira diz:

    Fanatismo exacerbado, irresponsabilidade total… Mas ao mesmo tempo… Tem minha admiração, boa sorte para eles na descida. Meu Deus!!! Corajosos.


  3. Marcos diz:

    Ótima reportagem!
    Em si. Pura adrenalina.
    Meu sonho passar um dia por ali com meu Parapente.


  4. Moraes diz:

    O registro da infração é válido e qualquer ato não autorizado deve ser apurado. Há que se apurar também o responsável pelo sobrevôo não autorizado. Dito isto, fica claro também que boa parte da indignação demonstrada na matéria é relativa à prática religiosa. Uma clara demonstração de preconceito. Fico imaginando se fosse o caso de um ritual oriental ou de matriz africana, se haveriam os adjetivos pejorativos, ou se a matéria trataria somente do ato infracional.
    É preciso ficar de olho no “eco”, mas também na intolerância religiosa!


  5. epocavital diz:

    “EXERCITO DE CRISTO”; Tem que Deixa-los lá no Topo, já que é um ‘exercito’,..Devem Possuir Algum Armamento Bélico, Elicópteros,..?
    OBS: deve ser investigado, Qual o Objetivo,..pois pode ser ‘Artimânha do AGRONEGÓCIO’.


  6. Fabio Olmos diz:

    Para que arriscar a vida para resgatar os trompetistas? Deixem deus cuidar dos seus. Ou que eles ganhem um merecido Prêmio Darwin