Notícias

As montanhas mais altas vistas do espaço

Escalar as montanhas mais altas de cada continente é um feito incrível. Veja fotos de satélite dessas sete montanhas.

Paulo André Vieira ·
1 de dezembro de 2013 · 8 anos atrás

Entre os sonhos dos montanhista está escalar os pontos culminantes de cada um dos continente. O empresário americano Richard Bass foi o primeiro a conceber este desafio, e ao alcançar o topo do Monte Everest em 1985 tornou-se a primeira pessoa a completá-lo. Além do ponto culminante da Ásia, escalou também o Aconcágua, na América do Sul, o Kilimanjaro, na África, o Elbrus, na Europa, o McKinley, na América do Norte, o Maciço Vinson, na Antártica, e Kosciuszko, na Oceania.

A escalada do Monte Kosciuszko provou-se controversa para seu feito, pois considerou apenas a Austrália como continente, deixando de fora qualquer outra montanha da Oceania. Reinhold Messner , considerado o maior montanhista de todos os tempos, contestou a lista de Bass, considerando a Pirâmide Carstensz na Nova Guiné como o ponto mais alto da Oceania. O canadense Patrick Morrow completou então a lista revisada por Messner em 1986, escalando também o Kosciuszko e completando as duas listas.

Até o final de 2011 apenas 231 pessoas haviam completado a lista de Messner. Há quem diga que escalar as segundas maiores montanhas de cada continente seja um feito ainda mais difícil, algo que só foi alcançado em janeiro de 2012 pelo italiano Hans Kammerlander.

Abaixo você pode ver, através de imagens de satélite, os sete cumes da lista de Messner, e ter um gostinho do que esses bravos montanhistas passaram para completar este feito.

Monte Everest (8848 m), entre o Nepal e o Tibete, Ásia

Monte Aconcágua (6962 m), na Argentina, América do Sul

Monte Kilimanjaro (5891 m), na Tanzânia, África

Monte Elbrus (5642 m), na Rússia, Europa

Monte McKinley (6194 m), nos EUA, América do Norte

Maciço Vinson (4892 m), na Antártica

Pirâmide Carstensz (4884 m), na Nova Guiné, Oceania

 

Leia também
Um passeio virtual pelas montanhas do planeta

 

  • Paulo André Vieira

    Produtor Editorial formado pela UFRJ, atua em ((o))eco desde 2007 escrevendo sobre geojornalismo e cuidando da edição e gestão do site.

Leia também

Notícias
22 de julho de 2021

Ibama fecha acordo com agência japonesa para monitoramento via satélite da Amazônia

Acordo de cooperação foi assinado nesta quinta-feira e terá duração de 5 anos. Expectativa do Ibama é aumentar precisão da detecção de desmatamento na Amazônia

Reportagens
22 de julho de 2021

Soluções baseadas na natureza são essenciais para combater mudanças climáticas e a perda de biodiversidade

Pesquisadores analisam estratégias de conservação de ecossistemas e recuperação de áreas degradadas na segunda edição da série Conferências FAPESP 60 anos

Análises
22 de julho de 2021

Um Dia No Parque 2021: a felicidade como um ato de resistência

A 4ª edição do Um Dia no Parque, realizada no último final de semana, envolveu mais de 350 UCs e teve como destaque lançamento de plataforma online para estimular visitação das áreas protegidas

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta