Notícias

Crise ambiental: Estados com mais cidades afetadas pela seca

Prefeituras da região apontam que seca é a pior dos últimos cinquenta anos e pressionam Governo Federal por recursos para ações emergenciais

Redação ((o))eco ·
23 de maio de 2013 · 8 anos atrás

No que é considerada uma das piores crises ambientais das últimas décadas, municípios do Nordeste enfrentam grave crise de abastecimento. Muitos tiveram que adotar rodízio para o uso de água e outros declararam colapso. Prefeitos da região pressionam o Governo Federal pela liberação de recursos para ações emergenciais e reclamam ajuda. 

Pernambuco é o estado mais atingido, conforme é possível ver no gráfico abaixo feito a partir de dados da Confederação Nacional de Municípios – passe o cursor e clique no infográfico para mais informações.

Fontes utilizadas nesta reportagem
Informações sobre quantos municípios foram afetados pela seca estão disponíveis em análise divulgada pela Confederação Nacional dos Municípios, onde é possível encontrar mais dados sobre o problema, bem como informações específicas sobre estados. Também foi consultada a base de dados sobre cidades do IBGE.    

Leia também

Salada Verde
27 de setembro de 2021

NDC brasileira é pauta principal na 3 edição Conferência Brasileira de Mudança do Clima

Com transmissão online e gratuita, evento proporciona cinco dias de debates, com a presença de governadores, lideranças indígenas, jovens ativistas e organizações da sociedade civil

Notícias
27 de setembro de 2021

Ibama diz não que lhe cabe avaliar as propostas antiambientais sugeridas pela pasta do Guedes

Em ofício, presidente do Ibama afirmou que as proposições “dizem respeito às ações governamentais (políticas públicas) que não competem ao Ibama”. Sociedade civil pede para que MPF tome providências

Análises
27 de setembro de 2021

A Amazônia no Acre pede socorro

A contribuição do governo do Estado do Acre para a boiada do desmatamento e das queimadas avançar no território acreano. Estado é o terceiro que mais desmatou em agosto

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta