Notícias

O desmatamento em Rondônia visto do espaço

Veja o avanço do desmatamento ano após ano, de 2000 até 2010, em fotos de satélite do estado de Rondônia, que já teve 208.000 quilômetros quadrados de floresta.

Paulo André Vieira ·
17 de dezembro de 2012 · 9 anos atrás

O estado de Rondônia, que já teve 208.000 quilômetros quadrados de floresta, tornou-se uma das regiões mais desmatadas da Amazônia. Nas últimas três décadas a degradação das florestas do estado foi rápida: 4.200 quilômetros quadrados desmatados em 1978; 30.000 em 1988, e 53.300 em 1998. Em 2003 cerca de 67.764 quilômetros quadrados de floresta desapareceram.

Nas fotos abaixo, feitas pelo satélite Terra na NASA, é possível ver o avanço do desmatamento ano após ano, de 2000 até 2010. Estradas e clareiras aparecem na direção noroeste a partir de Buritis em direção ao Rio Jaciparaná. A área desmatada ao longo da estrada em Nova Mamoré se expandiu para o nordeste até a rodovia BR-346.

30 de julho de 2000

11 de agosto de 2001

11 de julho de 2002

21 de julho de 2003

1 de agosto de 2004

10 de julho de 2005

17 de julho de 2006

12 de agosto de 2007

29 de julho de 2008

21 de agosto de 2009

2 de agosto de 2010

 

  • Paulo André Vieira

    Produtor Editorial formado pela UFRJ, atua em ((o))eco desde 2007 escrevendo sobre geojornalismo e cuidando da edição e gestão do site.

Leia também

Notícias
27 de maio de 2012

Quando se olha do espaço, onde há fumaça, há fogo

Relâmpagos, queimadas, pontas de cigarro ou balões. Muitas são as causas dos incêndios florestais. Do espaço podemos ver todos.

Notícias
19 de agosto de 2012

Os 40 anos do programa Landsat

Nosso planeta é monitorado pelos satélites do programa Landsat desde 1972. Veja uma seleção das melhores imagens feitas por este programa da NASA ao longo de seus 40 anos.

Notícias
25 de outubro de 2012

Mapa interativo mostra desmatamento dos 9 países da Amazônia

Parceria entre ((o))eco e o sistema Terra-i possibilita a inclusão de dados sobre a destruição da floresta tropical na plataforma InfoAmazonia. Dados serão atualizados a cada 3 meses. 

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta