Notícias

A discussão da energia limpa no cardápio da Rio+20

Simpósio que traz como tema fontes de energia limpa acontece no Planetário e discute o planejamento de demanda e eficiência energética.

Duda Menegassi ·
15 de junho de 2012 · 9 anos atrás
Interior de uma torre de transmissão. Foto: wikimédia
Interior de uma torre de transmissão. Foto: wikimédia

Dia 18 de junho, no Planetário, acontecerá o Simpósio Setor Elétrico Brasileiro e Sustentabilidade no século 21: Oportunidades e Desafios, com lançamento de publicação sobre o tema. A livro, com direito a prefácio de Marina Silva, traz a tona questões relativas à geração de energia no Brasil, discutindo a real capacidade de energias limpas, como eólica e solar, atenderem à crescente demanda por eletricidade. Entram no debate também os obstáculos, principalmente financeiros, para implantação de fontes de energia renovável, e casos de países estrangeiros que adotaram fontes limpa.

Alguns exemplares da publicação serão distribuídos gratuitamente no evento. Os painéis apresentados durante o simpósio serão “Planejamento de demanda e eficiência energética” e “Alternativas para a geração de energia elétrica no Brasil: políticas públicas, investimento e estudos de casos internacionais”. O objetivo principal de todo o evento é suscitar o diálogo entre especialistas, governos, setor privado e cidadãos sobre novas formas de geração de energia no Brasil.

O encontro é parte das atividades paralelas à Rio+20. Aos interessados: o evento é gratuito, mas as vagas são limitadas. A inscrição é feita através do site. Também no site estará disponível o conteúdo da publicação “Setor Elétrico Brasileiro e Sustentabilidade no século 21: Oportunidades e Desafios”, que será lançada durante o simpósio.

 
Serviço:
Simpósio “Setor Elétrico Brasileiro e Sustentabilidade no século 21: Oportunidades e Desafios”
Onde: Planetário, Rio de Janeiro –
           Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 – Gávea
Quando: 18 de junho
Credenciamento – 8:30 | Duração: 9h – 13h | Almoço: 13h – 14h
Lançamento da publicação e coletiva de imprensa: 14h – 15h

 

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação e montanhismo. Escreve para ((o))eco desde 2012. Autora do livr...

Leia também

Notícias
24 de setembro de 2021

Grupo de Trabalho finaliza relatório e recomenda manter separados o Ibama e ICMBio

Relatório foi publicado nesta sexta-feira na página oficial do Ministério do Meio Ambiente. No final de julho, o MPF entrou com ação civil pública contra a fusão

Notícias
24 de setembro de 2021

Ameaçado pelo avanço da agricultura, Pampa é o bioma que mais perde vegetação nativa

Levantamento do Mapbiomas mostra que em 36 anos o segundo menor bioma do país perdeu 21,04% de sua cobertura vegetal. Maior parte da perda foi para a produção de soja

Notícias
24 de setembro de 2021

Servidores da Bahia entram com ação contra “Secretária-Diretora” do Meio Ambiente no estado

Associação de servidores ambientais denuncia inconstitucionalidade do acúmulo de cargos de chefia na área ambiental do estado exercido por Márcia Telles há mais de 4 meses

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta

Comentários 1

  1. Joel Raymundo diz:

    Tá certo o Governador. Tem que unificar esses órgãos. Ficam competindo e medindo forças. Tem que haver um órgão só.