Notícias

A viagem do espeleólogo Claude Chabert

A espeleologia mundial perdeu um dos mais importantes membros de sua comunidade, responsável por inúmeros feitos, como o Atlas do Janelão, do Parque Nacional do Peruaçu

Adriano Gambarini ·
7 de maio de 2009 · 12 anos atrás
Claude Chabert em ação. Foto: Ezio Rubbioli.

A espeleologia mundial perde esta semana um dos mais importantes membros de sua comunidade. Claude Chabert partiu, certamente em busca de cavernas do além. Francês, filósofo de profissão, é um apaixonado por qualquer cavidade subterrânea, seja ela gigante e maravilhosa como a Gruta do Janelão, no Parque Nacional do Peruaçu, seja uma pequena toca ao redor de sua terra natal – Paris. Desde a década de 80 acompanha diversas expedições do Grupo Bambuí de Espeleologia; possui uma das mais completas bibliotecas relacionadas ao tema, e certamente uma das publicações mais fantásticas já produzidas: o Atlas do Janelão, com pranchas pintadas em aquarela, representando de forma documental e artística esta grande caverna mineira.

Conheçi Claude e sua inseparável companheira, Nicky, numa expedição ao Peruaçu. Lembro que chegar à noite, lá estavam eles, tomando uma caipirinha sem gelo, pés descalços num acampamento à margem do rio. Permanecemos uma semana, e enquanto eu fotografei os imensos salões, Claude tratava de compilar mais informações para o mapa que vem a ser a base para seu sonhado Atlas.

Amizade constituída, sou um dos inúmeros espeleólogos que se hospeda em sua casa, e usufrui de sua companhia, regada a muito vinho, queijo e intermináveis partidas de gamão. E como não pode deixar de ser, participo de seu projeto de documentar todas as cavernas, grutas e tocas ao redor da capital francesa. Por conta de sua indicação, vou parar numa bizarra caverna no interior da Tailândia, onde há uma das maiores (senão a maior) colônia de morcegos do mundo.

Claude Chabert é certamente um dos mais importantes nomes na espeleologia do mundo. E continuará presente, como seus feitos, como sua amizade, como sua engraçada e filosófica maneira de encarar a vida, como os verbos deste texto. Boa viagem, Claude!

  • Adriano Gambarini

    Adriano Gambarini

    É geólogo de formação, com especialização em Espeleologia. É fotografo profissional desde 92 e autor de 14 livros fotográfico...

Leia também

Reportagens
16 de maio de 2021

Maior banco suíço volta ao Brasil e coloca em risco compromisso ambiental

O maior banco suíço, o UBS, quer fazer negócios com empresas de carne, soja e agrotóxicos no Brasil, mas sem abrir mão da responsabilidade ambiental. A realidade, no entanto, mostra que não é tão fácil separar o agronegócio sustentável daquele associado ao desmatamento

Notícias
13 de maio de 2021

Mudança no licenciamento é aprovada e matéria vai ao Senado

Plenário rejeitou todas as emendas e o texto final do marco do licenciamento foi aprovado na íntegra. Proposta ainda pode ser modificada no Senado

Salada Verde
13 de maio de 2021

Ibama autoriza contratação de brigadas temporárias para combate aos incêndios

Está prevista a contratação por até seis meses de 1.659 brigadistas para atuar no combate a incêndios florestais em 18 estados brasileiros

Mais de ((o))eco

Deixe uma resposta