“Grand finale” da COP21: políticos choram e Al Gore rouba o palco

Claudio Angelo e Cíntya Feitosa, do OC
segunda-feira, 14 dezembro 2015 18:34
Al Gore chega no final, com Le Bourget já deserto, para filmar a continuação de “Uma verdade inconveniente”. Foto: Claudio Angelo/OC
Al Gore chega no final, com Le Bourget já deserto, para filmar a continuação de “Uma verdade inconveniente”. Foto: Claudio Angelo/OC

PODE CHORAR AGORA

Não faltou emoção no último dia de COP21. Pela manhã, o chanceler Laurent Fabius soluçou com o próprio discurso. Na sequência, o presidente François Hollande fez embargar a voz da intérprete que o traduzia para o inglês. Houve choro após a adoção do documento entre várias delegações, inclusive a do Brasil, cuja chefe, a ministra Izabella Teixeira, foi às lágrimas em sua última entrevista.

IRMÃOS EM ARMAS

Após a batida de martelo de Fabius, Izabella e o embaixador Luiz Figueiredo foram até a plenária La Loire, onde delegados que não couberam na plenária principal acompanhavam o final da COP num telão. Abraçaram ambientalistas, com quem o governo vive às turras, e choraram junto com eles.

UM MOMENTO CONVENIENTE

Al Gore apareceu no finzinho da COP e foi visto desfilando com uma equipe de TV pelos corredores vazios do pavilhão de Le Bourget à noite. Grava a sequência de “Uma Verdade Inconveniente”, seu documentário de 2006 que ganhou o Oscar.

VOCÊ POR AQUI?

Na sexta-feira, a Climate Action Network encerrou as premiações do Fóssil do Dia com o troféu Fóssil do Ano, dado ao país que mais atrapalhou as negociações sobre mudança climática. O vencedor, para surpresa de ninguém, foi a Arábia Saudita.

CATARSE

As ONGs comemoraram o acordo com uma festa numa boate parisiense. Na pista de dança, interrompidos apenas pelas selfies, rodopiaram noite adentro a secretária-executiva da Convenção do Clima, Christiana Figueres, a chefe da presidência luxemburguesa da União Europeia, Carole Dieschbourg, e o enviado especial de Barack Obama para mudanças climáticas, Todd Ste

 

Veja aqui toda a cobertura da COP21, uma parceria com o Observatório do Clima logo-observatorio-clima

 

 

Leia também
Tarde demais para o acordo do clima?
COP 21 supera diferenças e chega a acordo histórico
Brasil entra no grupo que pede “alta ambição”

 

 

 

1 comentário em ““Grand finale” da COP21: políticos choram e Al Gore rouba o palco”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.