Parque Natural da Catacumba, parte orgulhosa da Transcarioca

Felipe José*
quarta-feira, 10 setembro 2014 21:49

Do PN da Catacumba, uma vista privilegiada da Lagoa Rodrigo de Freitas. Foto: Pedro da Cunha e Menezes
Do PN da Catacumba, uma vista privilegiada da Lagoa Rodrigo de Freitas. Foto: Pedro da Cunha e Menezes

O maior bem público é a natureza! Poder usufruir e contemplar os ambientes naturais que possuímos é um privilégio que toda sociedade tem, mesmo em áreas urbanizadas. A cidade do Rio de Janeiro, reconhecida pela sua exuberante natureza, abriga florestas e matas fechadas conservadas para a nossa apreciação e para podermos usufrui-las, conforme as regras, normas e leis.

As numerosas Unidades de Conservação do município possuem trilhas onde os visitantes podem ter contato com a natureza e contemplar suas belezas. Interligar essas áreas protegidas com uma trilha única, de longo curso, é um desafio que pode se tornar uma realidade, a exemplo de outros países. Assim juntaremos recreação e conservação.

A Trilha Transcarioca veio para mostrar que é possível haver uma trilha de longo curso na cidade do Rio de Janeiro.

As maravilhas do Parque da Catacumba

“[O parque] possui esculturas ao ar livre de grandes artistas, belas praças, mirantes com vistas privilegiadas da Lagoa Rodrigo de Freitas e entretenimentos radicais”

Após os debates dentro dos grupos de trabalho direcionados ao tema, o Parque Natural Municipal da Catacumba foi incluído no trajeto da Trilha Transcarioca. Ele possui esculturas ao ar livre de grandes artistas, belas praças, mirantes com vistas privilegiadas da Lagoa Rodrigo de Freitas e entretenimentos radicais como arvorismo, tirolesa, muro de escalada e rapel, todos eles permitindo ter contato com a natureza.

Ao desfrutar o Parque da Catacumba, o público pode apreciar as ruínas da primeira metade do século XX, quando o morro hoje ocupado por essa unidade de conservação era uma comunidade de baixa renda — a Favela da Catacumba. Por meio de placas de sinalização interpretativa ao longo da trilha, o visitante poderá entender um pouco da historia dessa favela e até mesmo observar objetos de época, que ainda são encontrados no caminho. Também, pode-se ver como foi o trabalho de reflorestamento deste parque, para recuperar o morro que antes era tomado por casas. Com efeito, a passagem do usuário da Trilha Transcarioca pelo Parque Natural Municipal da Catacumba tem um grande valor educativo, pois mostra ao visitante que, sim, é possível recuperar a Mata Atlântica.

O público tem a valiosa oportunidade de participar também nas atividades de educação ambiental, voluntariado e manejo das trilhas, tanto auxiliando na execução de trabalhos de apoio como pela conscientização. Desta forma, vemos o quanto é importante o uso público na conservação da unidade. A contribuição de todos gera resultados positivos e recíprocos.

O Parque da Catacumba é parte importante e inseparável, uma das vértebras da coluna vertebral da Trilha Transcarioca, idealizada a partir do Mosaico Carioca de Unidades de Conservação.

Clique nas imagens para ampliá-las e ler as legendas
Manejo da trilha já pronto para o mutirão de sinalização da Transcarioca em 14 de setembro. Fotos: (Acima) Pedro da Cunha e Menezes / (Abaixo) Felipe José
Manejo da trilha já pronto para o mutirão de sinalização da Transcarioca em 14 de setembro. Fotos: (Acima) Pedro da Cunha e Menezes / (Abaixo) Felipe José

Superação de obstáculos

“Incluímos, em sua parte inicial, medidas para possibilitar a acessibilidade de pessoas com necessidades especiais de locomoção, tais como cadeirantes e crianças”

Embora na teoria essa ligação pudesse ser fácil, na prática não foi bem assim. A ligação do Parque Lage ao Parque da Catacumba somente é possível através da orla da Lagoa Rodrigo de Freitas. Porém, a ligação entre o Parque Natural Muncipal da Catacumba e o Morro da Saudade era muito desafiadora, por vários motivos. Somente com o trabalho coordenado de profissionais do Mosaico Carioca e voluntários da Trilha Transcarioca foi possível definir o seu melhor traçado. Após mais de dois meses de pesquisa de campo, finalmente conseguimos definir o trajeto final, de forma que o público tivesse acesso a ruínas da favela, mirantes e a belos exemplares de flora, tudo isso percorrendo a trilha em segurança. Houve preocupação em manter a privacidade e a segurança dos moradores do entorno. Por isso, o percurso foi definido ao redor do morro dos Cabritos, bem distante das casas e condomínios próximos.

O próximo passo foi identificar onde conseguir mão de obra especializada devido ao terreno irregular da trilha. Após inúmeros estudos e tentativas, identificamos que a melhor e mais rápida alternativa seria por meio de compensação ambiental, seguindo as leis municipais do Rio de Janeiro. Assim, criamos um projeto para a implantação desse trecho da Trilha Transcarioca, onde incluímos, em sua parte inicial, medidas para possibilitar a acessibilidade de pessoas com necessidades especiais de locomoção, tais como cadeirantes e crianças utilizando carrinhos de bebê.

A iniciativa de facilitar o acesso dessas pessoas ao Parque da Catacumba, mesmo que limitada apenas a uma área, partiu de solicitações dos visitantes e da expectativa de, a partir da implantação da trilha, ocorrer um aumento do uso público expressivo.

Por fim, contatamos os órgãos de segurança pública que nos forneceram planejamento específico para o trecho da Transcarioca no Parque da Catacumba e seu entorno.

A implantação do trecho da Catacumba e das obras para acessibilidade no Parque nos permitem antever o dia em que toda a Trilha Transcarioca terá deixado de ser sonho. Cada trecho pronto é uma vitória para esse tão almejado trabalho. Todos nós, profissionais e voluntários, empenhados nesta conquista, nos sentimos orgulhosos.

 

*Felipe José é gestor do Parque Natural Municipal da Catacumba e membro da Câmara Técnica do Mosaico Carioca de Unidades de Conservação responsável pela implementação da Trilha Transcarioca

 

 

Leia também
Waitakubuli: a trilha de longo curso de Dominica
Caminho da Serra do Mar, o sonho de uma trilha de 2 mil km
A Transcarioca de ponta a ponta

 

 

 

1 comentário em “Parque Natural da Catacumba, parte orgulhosa da Transcarioca”

  1. Gostaria de fazer uma monografia sobre um projeto educacional de geoconservação no Parque da Catacumba. Sabe a quem posso procurar para pedir informações a respeito??

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.