Panamazônia para o mundo

A trajetória da fumaça
segunda-feira, 1 março 2010 18:55

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apresentou em Bali, na Indonésia, sua proposta de cooperação para operar o projeto Panamazônia, aplicável em países que com cobertura de florestas tropicais. A idéia é permitir o monitoramento florestal por sensoriamento remoto com o uso de softwares livres e imagens públicas de satélites como o Nasa-Geocover & Modis e CBERS (Satélite Sino-brasileiro de Recursos Terrestres), depois de uma etapa de treinamento com equipes locais.

De acordo com o projeto o mapeamento pode ser feito por cobertura florestal, por desmatamento, reflorestamento, cobertura de cerrado, desmate no cerrado, regeneração neste bioma, e ainda por tempo de reflorestamento e regeneração, hidrologia e drenagem.

O Projeto Panamazônia foi concebido ainda em 1992 e em 2005 entrou em sua segunda fase, capacitando técnicos dos países amazônicos para montagem de bancos de dados e trocas de imagens para o monitoramento completo da floresta amazônica.

Na imagem abaixo, um exemplo de análise de cobertura vegetal na região amazônica.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.