Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Vídeo: Qual a importância da reprodução em cativeiro do pato-mergulhão? por Camila Piovani

Daniele Bragança (Texto e Vídeo), Márcio Lázaro (Edição)
domingo, 9 setembro 2018 20:48
Família de pato-mergulhão. Filhotes nasceram em cativeiro, sem ajuda humana. Foto: Zooparque Itatiba (SP).

No dia 09 de julho, 4 filhotes de pato-mergulhão (Mergus octosetaceus) nasceram no Zooparque Itatiba (SP), a 85 km da capital do estado. O zoológico mantém um programa de conservação do pato-mergulhão e cuida de 21 adultos, mas pela primeira vez, filhotes nasceram ali sem qualquer ajuda humana.

“Todas as vezes agora que esses animais se reproduzirem em cativeiro a gente dá um passo mais perto para poder reproduzir esse animal na natureza”, explica a bióloga Camila Piovani.

No ano passado, o zoológico já havia conseguido a reprodução da espécie em cativeiro, mas os filhotes foram incubados em uma chocadeira artificial e receberam cuidados de seres humanos. A reprodução em cativeiro é a primeira etapa do projeto, desenvolvido pela Associação Natureza do Futuro, que tem sede no zoológico.

Neste vídeo, a bióloga Camila Piovani, formada pela PUC Campinas, explica que o pato-mergulhão é uma das aves aquáticas mais raras e ameaçadas do mundo e como a reprodução em cativeiro pode ser a chave para a sobrevivência da espécie.

 

Assista:

 

Leia Também

Filhotes animam projeto de conservação do pato-mergulhão

O árduo caminho para proteger o pato mergulhão

Vídeo: Qual a importância das UCs do Araguaia para a conservação do pato-corredor? por Paulo de Tarso Z. Antas

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.