Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Reprodução de raia-borboleta anima equipe do AquaRio

Daniele Bragança 
quarta-feira, 3 julho 2019 16:15
Nascimento raias-borboletas. Foto:_AquaRio.

A equipe do Aquário Marinho do Rio de Janeiro (AquaRio) comemora o nascimento de quatro raias-borboletas. É a primeira vez que um aquário consegue a reprodução desta espécie em cativeiro. A concepção, gestação, nascimento e pós-parto gerou um estudo apresentado no Regional Aquatics Workshop 2019 (RAW 2019), o congresso internacional que reuniu os principais aquários de todo mundo nos Estados Unidos. Os 5 filhotes — três machos e duas fêmeas — estão com 11 meses.

A gestação durou cerca de 6 meses e foi acompanhada de perto pela equipe de biólogos e veterinários. Eles se encontram na área de quarentena e ainda não há previsão para irem ao Grande Tanque Oceânico.

“Para nós, é motivo de muito orgulho anunciar o nascimento de raias-borboletas no Aquário Marinho do Rio de Janeiro. Existe um importante e incansável trabalho realizado pela nossa equipe para a conservação de espécies marinhas do nosso litoral que estão ameaçadas de extinção”, diz Marcelo Szpilman, biólogo marinho e diretor-presidente do AquaRio.

As raias-borboletas (Gymnura altavela) são nativas do litoral brasileiro e encontram-se criticamente em perigo pela lista vermelha de espécies marinhas ameaçadas, produzida pelo ICMBio.

Ultra dos filhotes raias-borboletas. Foto: AquaRio.

 

Leia Também 

Vídeo: Qual a importância dos aquários para a conservação? Por Marcelo Szpilman

Dois filhotes de lêmures preto-e-branco nascem no Zooparque Itatiba

Zoos e aquários têm papel importante na conservação

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.