Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Operação combate garimpo ilegal no Pará

Sabrina Rodrigues*
segunda-feira, 21 maio 2018 18:47
Garimpo ilegal foi combatido pelos agentes dos órgãos federais. Foto: Mila Magnago/ICMBio.

 

Uma operação conjunta de agentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ibama e Polícia Federal foi realizada para combater a exploração mineral ilegal no interior da Floresta Nacional do Crepori e da Terra Indígena Munduruku, ambas áreas situadas no município de Jacareacanga, no estado do Pará. A ação aconteceu nos dias 1 a 4 de maio e contou com apoio da Polícia Militar do Pará e da Força Aérea Brasileira (FAB).

Foram necessários quatro helicópteros e cerca de cinquenta agentes para realizar a ação. Um trator e oito escavadeiras hidráulicas foram apreendidos durante a operação, que foi batizada de Operação Pajé Brabo, uma referência à crença de algumas etnias indígenas de que determinada pessoa tem o poder de causar mal à comunidade e deve ser eliminada. Os agentes também aplicaram 34 autos de infração aos garimpeiros, totalizando R$ 49,4 milhões.

Com 740.661 hectares, a Floresta Nacional do Crepori foi criada em 13 de fevereiro de 2006 para conter o desmatamento ao longo da BR-163, que estava sendo asfaltada. Em 2012, perdeu 856 hectares para viabilizar a construção da usina hidrelétrica de Jatobá, que acabou não sendo construída.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do ICMBio.

 

Leia Também

MPF denuncia 25 proprietários de dragas por mineração ilegal no Amazonas

Ameaças e impactos ambientais persistem com garimpo no Rio Madeira

ICMBio: servidores divulgam carta aberta contra recorte de UCs

 

 

1 comentário em “Operação combate garimpo ilegal no Pará”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.