Monitoramento de cegonha resulta em conta de telefone exorbitante
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Monitoramento de cegonha resulta em conta de telefone exorbitante

Sabrina Rodrigues
terça-feira, 3 julho 2018 17:40
A cegonha voou cerca de 6.000 quilômetros da cidade de Siedlce, leste da Polônia, e em fevereiro, pousou no vale do Nilo Azul, no Sudão, antes de ela e o rastreador serem dados como desaparecidos. Foto: Carlos Delgado/Wikipédia.

O grupo ambientalista polonês EcoLogic colocou, no ano passado, um rastreador GPS nas costas de uma cegonha branca (Ciconia ciconia) para estudar os hábitos migratórios da ave. Até aí, nada demais. O animal voou cerca de 6.000 quilômetros da cidade de Siedlce, leste da Polônia, e em fevereiro, pousou no vale do Nilo Azul, no Sudão, antes de ele e o rastreador serem dados como desaparecidos.

No dia 07 de junho, a organização descobriu de forma nada comum o motivo pelo qual perderam o sinal da Ciconia ciconia. A EcoLogic recebeu uma conta telefônica de mais de U$ 2700 dólares, o que hoje corresponde a mais de R$ 10 mil.

Acontece que alguém, no Sudão, encontrou o rastreador na ave, removeu o cartão SIM e o colocou em seu próprio telefone, acumulando 20 horas de telefonemas. E a EcoLogic ainda terá que pagar a conta do espertinho.

Embora a cegonha branca não esteja atualmente em risco de extinção, a marcação de cegonhas desempenha um papel importante na pesquisa de ambientalistas e na conservação de aves migratórias, e os dados de rastreadores de micro-GPS podem ser usados ​​para ajudar os cientistas a avaliar os hábitos, o comportamento social e as ameaças das aves.

 

Leia Também

O que é Monitoramento Remoto de Animais

Nepal usa alta tecnologia na luta contra a caça furtiva de rinocerontes

Onças recebem colar com transmissor GPS no Pantanal

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.