MMA exonera superintendente do Ibama e volta atrás em menos de 24h
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

MMA exonera superintendente do Ibama e volta atrás em menos de 24h

Carolina Lisboa
terça-feira, 5 dezembro 2017 20:09
Foto: Ascom/Agência Sergipana de Notícias.
Foto: Ascom/Agência Sergipana de Notícias.

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, exonerou o superintendente do Ibama em Sergipe, Carlos Tadeu da Silva Rosa, que foi multado recentemente pelo próprio órgão que administra por dificultar a fiscalização ambiental. Os servidores comemoraram, mas a exoneração não durou 24 horas.

No dia seguinte (01/12), uma nova portaria foi publicada tornando sem efeito a portaria que exonerava Carlos Tadeu. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a publicação no Diário Oficial ocorreu “devido a um erro técnico administrativo no Ministério do Meio Ambiente”. Após perceberem o erro, a portaria foi tornada sem efeito.

Carlos Tadeu foi multado no começo de novembro por obstruir ação de fiscalização dos fiscais da Superintendência do Ibama em Sergipe, desautorizando a saída de viatura para cumprimento de uma operação já agendada com a Polícia Rodoviária Federal.

A multa foi de R$ 21.500,00, além da eventual responsabilidade criminal. O superintendente se recusou a assinar o auto de infração.

 

Saiba Mais

Portaria nº 450 de 29 de novembro de 2017 – Exoneração de Carlos Tadeu.

Portaria, nº 451 de 30 de novembro de 2017, na qual o ministro de estado do meio ambiente resolve tornar sem efeito a Portaria nº 450.

 

Leia Também

Ibama multa o próprio superintendente por obstruir fiscalização

Rio Grande do Norte: servidores acusam superintendente do Ibama de desmonte

Novo superintendente do Ibama de Tocantins cai em menos de 24 horas nomeado

 

   

3 comentários em “MMA exonera superintendente do Ibama e volta atrás em menos de 24h”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.