Ministério anuncia construção de centro de reprodução da ararinha-azul
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Ministério anuncia construção de centro de reprodução da ararinha-azul

((o))eco
terça-feira, 12 julho 2016 23:28

Ministro assina parceria em defesa da ararinha-azul. Foto: José Cruz/Agência Brasil.

Ministro assina parceria em defesa da ararinha-azul. Foto: José Cruz/Agência Brasil.

Após percorrer um longo caminho de volta para casa e conseguir se reproduzir em cativeiro, a ararinha-azul (Cyanopsitta spixii) está mais perto da tão aguardada liberdade: o Ministério do Meio Ambiente anunciou nesta terça-feira (12) a construção de um Centro de Reintrodução e Reprodução da Ararinha-Azul na Bahia. A ave endêmica da caatinga é considerada extinta na natureza desde 2000.

O centro demandará um investimento de 5 milhões de reais e será erguido na Fazenda Concórdia, município de Curaçá, na Bahia, região onde viviam os últimos da espécie em vida livre. A área de 2.380 hectares pertence a uma das cinco instituições parceiras do projeto, a Lubara Breending Cener – Al Wabra (AWWP), do Catar. O projeto também conta com o apoio da Associação para Conservação de Papagaios em Extinção (ACTP), da Alemanha; Parrots International (PI), dos Estados Unidos; criadouro Fazenda Cachoeira, do Brasil; e Jurong Bird Park, de Singapura.

Atualmente existem 120 animais, distribuídos em instituições particulares do Catar, Alemanha e Brasil.

“A dedicação de tantas pessoas, de diferentes origens, para chegarmos até aqui, simboliza a compreensão de nossa responsabilidade comum”, afirmou o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho. “A Caatinga, lar das ararinhas-azuis, e o Cerrado, savana mais biodiversa do mundo, precisam urgentemente desse reconhecimento, para reverter o processo de devastação de que têm sido objeto”.

Além da construção do centro, a criação de uma unidade de conservação no município, proposta já anunciada em 2014, segue nos planos do governo. A área, de 40 mil hectares, será utilizada como campo de soltura da ave na natureza.

 

Leia Também

Ararinhas-azuis: filhotes brasileiros e quiçá uma UC

O longo regresso da ararinha-azul ao Brasil

Novo esforço pode devolver ararinha-azul à natureza

 

 

4 comentários em “Ministério anuncia construção de centro de reprodução da ararinha-azul”

  1. Os órgãos ambientais federais parando a fiscalização por falta de dinheiro, e me vem com mais essa picardia! Reintrodução de ararinha azul seria defensável se todos os grandes e urgentes problemas da fauna brasileira – caçada a rodo por todo o Brasil, inclusive pela população de coitadinhos chamadas de "tradicionais" que vivem em harmonia com a natureza – estivessem resolvidos. Como isso está longe de acontecer, isso é uma grande brincadeira e inversão de prioridades. Mas continuemos com o circo chamado Brasil.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.