Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Mancha de óleo atinge 10 quilômetros do Rio Negro em Manaus

Vandré Fonseca
quinta-feira, 30 agosto 2018 18:57
A mancha. vista de cima Foto: Ricardo Oliveira/Ipaam.

Uma mancha de óleo cru se espalhou por dez quilômetros da orla do Rio Negro,  na zona urbana de Manaus (AM), segundo informações do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam). O vazamento ocorreu na segunda-feira, 27 de agosto, quando um empurrador de balsas com 1.800 litros do produto naufragou em um porto na Zona Leste da cidade.

Mancha vista de perto. Foto: Ricardo Oliveira/Ipaam.

A mancha atingiu um ponto de captação de água que abastece parte da periferia da cidade. Não houve contaminação, mas estão sendo feitas análises periódicas para confirmar a qualidade da água. Ainda não há notícias também de impactos graves sobre a vida aquática na área afetada.

O Ipaam divulgou ter embargado o porto de balsas onde ocorreu o acidente, pelo não cumprimento de normas de operação. Segundo informações da assessoria de imprensa, as medidas tomadas pela empresa para evitar que o produto se espalhasse foram consideradas falhas. O porto, que tinha licenciamento ambiental para funcionar, está embargado. O Ipaam aguarda um relatório sobre os danos provocados para definir o valor da multa a ser aplicada.

 

 

 

 

Foto: Ricardo Oliveira/Ipaam.

 

 

Leia Também 

8 mil litros de óleo vegetal vazam no mar de Fortaleza

Óleo de cozinha vira combustível

Óleo sobre tela (d’água)

 

3 comentários em “Mancha de óleo atinge 10 quilômetros do Rio Negro em Manaus”

    • Isso mesmo..para limpar isso tem que se ter estrutura e pessoal treinado. Observe a foto do servidor público demonstrando todo o seu DESPREPARO frente ao ocorrido. Onde estão seus EPIs? Posar pra foto em um momento desses? Menos, bem menos…

      Responder
  1. Pois então;.. quantos mais descasos em um Brasil lotado de descasos! Museus pegando fogo, mineradoras poluindo e matando, rios sendo contaminados…nossa água, bem maior!

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.