Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Maia afirma que não pautará projeto sobre mineração em terras indígenas

Sabrina Rodrigues
quinta-feira, 26 setembro 2019 17:32
Cacique Raoni e Rodrigo Maia em reunião na Câmara dos Deputados, na quarta-feira (25). Foto: J. Batista.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), garantiu que não vai pautar projetos que permitam mineração em terra indígena ou ampliem atuação de madeireiras na região amazônica. A afirmação aconteceu em encontro com líder indígena Raoni em encontro ocorrido na quarta-feira (25).

“Nossa intenção é que a gente possa construir projetos que sinalizem aos brasileiros e ao mundo a nossa preocupação com o meio ambiente”, disse o presidente da Câmara dos Deputados. 

A afirmação de Maia ocorreu um dia após o secretário de mineração do Ministério de Minas e Energia, Alexandre Vidigal de Oliveira, ter afirmado, em um evento no Rio de Janeiro, que o governo federal deverá enviar nos próximos dias um projeto de lei para regulamentar a exploração de mineração em terras indígenas.

Segundo o secretário, os indígenas não terão o poder de vetar exploração em suas terras. 

O governo iniciou, desde o começo do ano, uma ofensiva contra lideranças indígenas contrárias à exploração de mineração em terras indígenas. O cacique caiapó Raoni Metuktire, um dos líderes indígenas mais conhecidos do país, foi citado diretamente no discurso do presidente Jair Bolsonaro na ONU. 

“A visão de um líder indígena não representa a de todos os índios brasileiros. Muitas vezes alguns desses líderes, como o Cacique Raoni, são usados como peça de manobra por governos estrangeiros na sua guerra informacional para avançar seus interesses na Amazônia”, disse o presidente, que preferiu mostrar na ONU a indígena Ysani Kalapalo, que é declaradamente bolsonarista, como exemplo de que os indígenas apoiam a exploração de suas terras. 

“Ysani Kalapalo goza da confiança e do prestígio das lideranças indígenas interessadas em desenvolvimento, empoderamento e protagonismo, estando apta para representar as etnias relacionadas. Acabou o monopólio do senhor Raoni”, declarou o presidente. 

Em reunião com Rodrigo Maia, Raoni rebateu as críticas do presidente: “Bolsonaro falou que eu não sou liderança. Ele é que não é liderança e tem que sair”, disse Raoni por meio de uma intérprete, a índia Kainú, apresentada como representante das mulheres do Xingu.

 

Leia Também

Governo prepara projeto de lei que regulamenta mineração em terras indígenas

Dispara desmatamento em Terras Indígenas no Sul da Amazônia

Em reunião com governadores, Bolsonaro ataca terras indígenas

 

1 comentário em “Maia afirma que não pautará projeto sobre mineração em terras indígenas”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.