Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Governo cria comitê para combater desmatamento

Sabrina Rodrigues
segunda-feira, 17 abril 2017 18:52
Foto: Ana Cotta/Flickr.
Foto: Ana Cotta/Flickr.

Diante do cenário de aumento do desmatamento no ano passado, o Ministério do Meio Ambiente criou um Comitê Permanente de Coordenação sobre Desmatamento (CPCD) com o objetivo de coordenar as ações de prevenção e controle do desmatamento e da degradação florestal. A Portaria nº 152 de 12 de abril de 2017, que instituiu o grupo, foi publicada na quinta no Diário Oficial da União.

O Comitê será formado pelas Secretarias do MMA (Mudança do Clima e Florestas), que coordenará o CPCD, Secretaria da Biodiversidade, de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental e Qualidade Ambiental; Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável; Articulação Institucional e Cidadania Ambiental), ICMBio, IBAMA, Serviço Florestal Brasileiro (SFB) e Agência Nacional de Águas (ANA).

Entre outras atribuições, o Comitê deverá coordenar a posição do Ministério e entidades vinculadas sobre ações, iniciativas e instrumentos de mensuração e avaliação do desmatamento e da degradação florestal. O grupo será responsável por propor medidas para superar eventuais dificuldades na implementação das ações relacionadas à prevenção e ao controle do desmatamento e da degradação florestal. Além disso, o CPCD deverá subsidiar a articulação com os estados e organizações não-governamentais e articular a participação do ministério no Comitê-Gestor do Fundo Amazônia e no diálogo com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em temas relacionados ao financiamento de ações, programas e políticas de prevenção e controle do desmatamento e da degradação florestal.

Leia Também

Amazônia: em 4 anos, desmatamento em Unidades de Conservação quase dobra

Governança distribuída para combater o desmatamento

O procurador que laçou o desmatamento

 

2 comentários em “Governo cria comitê para combater desmatamento”

  1. O MMA podia começar não assinando Medidas Provisórias que entregam 300 mil ha de florestas para grileiros, desmatadores e mineradores e oferecem a oportunidade para um Congresso dominado por ruralistas (para dizer o mínimo) reduzir as unidades de conservação na Amazônia em mais de UM MILHÃO DE HECTARES!!!

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.