Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

EPA cancela ida de cientistas a palestra sobre mudanças climáticas

Sabrina Rodrigues
segunda-feira, 23 outubro 2017 20:21
Entre as descobertas do relatório que os cientistas da EPA ajudaram a elaborar, é que as mudanças climáticas estão afetando as temperaturas do ar e da água, a precipitação, o nível do mar e os peixes dentro e ao redor do estuário. Foto: Chuck Roberts/Flickr.
Entre as descobertas do relatório que os cientistas da EPA ajudaram a elaborar, é que as mudanças climáticas estão afetando as temperaturas do ar e da água, a precipitação, o nível do mar e os peixes dentro e ao redor do estuário. Foto: Chuck Roberts/Flickr.

A Agência de Proteção Ambiental Americana (EPA) cancelou palestras de três cientistas do órgão que estavam agendados para falar sobre mudanças climáticas na conferência State of the Narragansett Bay e Watershed Program, que aconteceu nesta segunda-feira (23), no estado de Rhode Island.

Na conferência, foi divulgado o relatório de 500 páginas, The State of the Narragansett Bay e Watershed – Technical Report sobre o estado da Baía de Narragansett, que os cientistas da EPA ajudaram a pesquisar e escrever. Um dos assuntos abordados no relatório é a elevação das temperaturas do ar e da água ocasionando assim, o aumento do nível do mar. Esses fenômenos estão causando consequências ecológicas, como a alteração da comunidade de peixes estuarinos, com o crescimento de espécies comuns em água morna e o declínio de espécies comuns em água fria.

O ecologista Autumn Oczkowski, do Laboratório de Pesquisa em Efeitos Ambientais e de Saúde da EPA, estava escalado para dar a palestra principal. Rose Martin, pós-doutora do mesmo laboratório da EPA e Emily Shumchenia, consultora da agência, também tiveram suas participações canceladas. As duas cientistas iam falar em um painel, na parte da tarde, intitulado “As atuais e futuras implicações biológicas das mudanças climáticas”.

Sem fornecer informação adicional, John Konkus, porta-voz da EPA e ex-funcionário da campanha Trump na Flórida, confirmou que os cientistas da agência não falariam no encontro marcado para acontecer em Providence, capital de Rhode Island.

A Baía de Narragansett é o maior estuário da Nova Inglaterra e fundamental para o turismo e a pesca da região.

Cientistas envolvidos no programa ficaram surpresos com o cancelamento de última hora da EPA, especialmente porque a agência ajuda a financiar o Narragansett Bay Estuary Program (Programa Estuário da Baía de Narragansett) , que está organizando a conferência. Segundo o The New York Times, os pesquisadores expressaram preocupação de que a EPA irá silenciar os cientistas governamentais de falarem publicamente ou interferir na condução de trabalhos sobre mudanças climáticas.

Não é segredo que o atual chefe da EPA, Scott Pruitt, juntamente com o presidente Donald Trump rejeitam o conceito de mudanças climáticas.

Saiba Mais
Relatório The State of the Narragansett Bay e Watershed – Technical Report

Leia Também

Trump quer lançar programa para questionar mudança climática

Trump tenta remover o termo ‘mudança climática’ em site de Saúde

Trump adotará medidas para desmantelar agência ambiental americana

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.