Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Em meio à crise venezuelana, animais são sacrificados por falta de alimento

Sabrina Rodrigues
segunda-feira, 26 fevereiro 2018 21:33
Na Venezuela, animais como leões e tigres estão morrendo por falta de comida. Foto: Ricardo Pichler/Flickr.

 

A crise econômica na Venezuela está obrigando os administradores dos zoológicos a tomarem uma decisão difícil. Por causa da escassez de alimentos, os animais mais enfermos como leões, tigres e outros carnívoros estão sendo sacrificados para poder servir de alimento para outros. Esse é retrato do que ocorre no Parque Zoológico Metropolitano de Zulia, localizado no estado venezuelano de mesmo nome.

Em entrevista ao jornal local de Zulia, Panorama, o diretor do zoológico, Elio Ríos, disse que está abatendo um animal para alimentar outro, distribuindo os pedaços entre os mais desnutridos.

O Parque Metropolitano de Zulia fechou as portas para visitação pública após vistoria de representantes do Ministério Público e do Ministério do Meio Ambiente, que reconheceram a falta de comida para 1.000 animais de 300 espécies que habitam o Parque de 90 hectares. Além da falta de alimentos, o zoológico sofre com a falta de água e com a falta de segurança. De agosto do ano passado para cá, uma dúzia de animais foram roubados.

Um vídeo de um minuto publicado pelo canal de televisão NTN24 da Venezuela, mostra um leão esquelético, desnutrido e o diretor do zoológico, Elio Ríos, falando da situação crítica e da escolha de sacrificar os animais mais fragilizados para dar de comer a outros.

Assista ao vídeo

 

Leia Também 

Abate de animais em zoológico: fácil julgar, difícil agir

Vídeo: bebê rinoceronte tenta se amamentar em mãe morta por caçadores

Caçador é devorado por leões em reserva na África do Sul

 

3 comentários em “Em meio à crise venezuelana, animais são sacrificados por falta de alimento”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.