Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Barragem da Samarco tem novo vazamento e empresa evacua o local

((o))eco
quarta-feira, 27 janeiro 2016 19:00
Como ficou o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, após o rompimento da barragem, no dia 05 de novembro. Foto: Foto: Rogério Alves/TV Senado.
Como ficou o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, após o rompimento da barragem, no dia 05 de novembro. Foto: Foto: Rogério Alves/TV Senado.

Um vazamento de lama na manhã desta quarta-feira (27), na barragem de Fundão, em Mariana, fez com que a mineradora Samarco retirasse seus trabalhadores do local. Segundo a empresa, não houve necessidade de disparar a sirene.

A Defesa Civil dos municípios de Mariana e Barra Longa foram avisadas. De acordo com a mineradora, houve “uma movimentação de parte da massa residual da Barragem de Fundão devido as chuvas das últimas semanas”.

Há 83 dias, essa mesma barragem se rompeu, matando 17 pessoas e destruindo toda a fauna do rio doce e tributários. Dessa vez, não houve vítimas humanas.

Leia a íntegra da nota da Samarco:

A Samarco informa que ocorreu, na tarde de hoje, 27 de janeiro, uma movimentação de parte da massa residual da Barragem de Fundão devido as chuvas das últimas semanas.

De forma preventiva e seguindo seu Plano de Emergência, os empregados, que atuam próximo à área afetada, foram orientados a deixar o local.

Não houve a necessidade de acionamento de sirene por parte da empresa. As defesas civis de Mariana e Barra Longa foram devidamente informadas.

Ressaltamos que o volume deslocado permanece entre a barragem de Fundão e Santarém, dentro das áreas da Samarco.  A Samarco reafirma que as estruturas das barragens de Germano e Santarém permanecem estáveis com base no continuo monitoramento.

 

 

Leia Também

Presidente e diretor da Samarco são afastados temporariamente

Desinformação e incompetência, as marcas do desastre da Samarco

Advogado de controladoras da Samarco ajuda a escrever novo código da mineração

 

4 comentários em “Barragem da Samarco tem novo vazamento e empresa evacua o local”

  1. Além da óbvia falta de compromentimento real da empresa com a segurança social e ambiental, há uma evidente falha na fiscalização pois em 82 dias já houveram, no mínimo, dois vazamentos noticiados. Fica muito claro que estes vazamentos já existiam antes, só não eram noticiados e a fiscalização deixava pro isso mesmo, coisas de Brasil…

    Responder
    • O pior de tudo isso é que esta famigerada empresa continua atuando como se nada tivesse acontecido. No meu entender, e, creio de outros milhões de brasileiros, ela já deveria ter sido fechada há muito tempo, pois o tão propalado "benefício econômico" que traria para a região não paga os enormes prejuízos que causou e que continua causando tanto para as vidas humanas como para o meio ambiente. Se o povo desta região não se mobilizar e se manifestar nada vai mudar.

      Responder
      • Exatamente, nem todo o lucro de décadas da Samarco, integralmente, pagaria os prejuízos causados com a cimentação do Rio Doce. Perda de biodiversidade, diminuição no abastecimento, contaminação dos solos. Os prejuízos são tantos que fica difícil até de calcular, mas os serviços ambientais de diversos ecossistemas estão comprometidos.

        Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.