Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Após morte de morador, multidão mata 292 crocodilos na Indonésia

Sabrina Rodrigues
segunda-feira, 16 julho 2018 17:47
O chefe da agência de conservação de recursos naturais de Papua Ocidental, Basar Manullang, disse que a fazenda possuía licença para criar crocodilos. Foto: Wikipédia.

Uma multidão portando facas, porretes e martelos, realizou uma matança de 292 crocodilos, no sábado (14), nas proximidades de uma fazenda em Sorong, oeste de Papua Ocidental, província da Indonésia. O motivo do linchamento coletivo foi uma retaliação pela morte de um morador local pelos répteis.

Segundo a imprensa local, o morador procurava um pasto para alimentar o seu gado quando entrou, aparentemente por engano, na fazenda que criava crocodilos. O homem foi atacado e morreu no local. Após o funeral, os moradores foram até a fazenda para abater os répteis.

O resultado do dia sangrento foi uma grande pilha de carcaças ensanguentadas de 292 crocodilos.

O chefe da agência de conservação de recursos naturais de Papua Ocidental, Basar Manullang, afirmou que a fazenda recebeu uma licença em 2013 para criar crocodilos de água salgada para preservação. Mas, segundo Manullang, uma das condições era que os répteis não perturbassem a comunidade. “O massacre de crocodilos violou a lei sobre a destruição da propriedade de outros”, disse Manullang. “Para evitar que isso aconteça novamente, os titulares de licenças agrícolas precisam proteger as áreas ao redor”. Crocodilos são criaturas de deus que precisam ser protegidas também”, acrescentou Basar Manullang.

A polícia já está investigando a matança dos animais.

 

Leia Também

Quatro baleias cachalotes morrem encalhadas na Indonésia

África do Sul: matança de rinocerontes bate novo recorde

Instituto lança campanha contra matança de macacos

 

2 comentários em “Após morte de morador, multidão mata 292 crocodilos na Indonésia”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.