Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Alcatrazes terá visitação e gestão integrada com Tupinambás

Sabrina Rodrigues*
quarta-feira, 21 setembro 2016 19:17

O presidente do ICMBio, Rômulo Mello, confirmou, na última sexta-feira (16), que o Refúgio da Vida Silvestre de Alcatrazes terá gestão integrada com a Estação Ecológica (Esec) de Tupinambás, localizada na mesma região, e ainda será permitida a visitação pública e atividades turísticas. No dia 02 de agosto, o presidente Michel Temer assinou o decreto de criação do Refúgio da Vida Silvestre Arquipélago de Alcatrazes, no santuário marinho localizado no litoral norte de São Paulo. Com 67 mil hectares, a unidade de conservação nasceu como resultado de um clamor da sociedade civil que desejava que fosse criada uma área de conservação, na ocasião, um Parque Nacional, onde a visitação é obrigatória. Criado como Refúgio, decreto publicado deixou claro que a visitação seria permitida, mas que as regras seriam definidas pelo Plano de Manejo da unidade, realizado pelo ICMBio, responsável pela administração das Unidades de Conservação federais.

 

*Com informações da Assessoria de Imprensa do Ministério do Meio Ambiente.

 

 

 

3 comentários em “Alcatrazes terá visitação e gestão integrada com Tupinambás”

  1. Só faltava não ser "integrada"…as duas UCs são vizinhas! Aliás, porque não fazer uma só, diminuindo a confusão, tanto pra quem faz a gestão como para o público em geral? Ora, porque no Brasil, vale a teoria do "Pra que simplificar se podemos complicar!". Pior que vai aparecer algum "entendido" aqui justificando com motivos históricos todo o processo (vulgo "lenga-lenga") de criação que foi resultado de muita discussão, que foi negociado com todos setores, mi-mi-mi…mas nada disso justifica. Aliás, pior são aquelas duas FLONAS no Acre (Macauã e S.Francisco), vizinhas…deviam ser uma só! Tem tb no RS, dois PARNAs…ai ai ai

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.