Ação do Greenpeace contra Ricardo Salles será relatada por Cármen Lúcia
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Ação do Greenpeace contra Ricardo Salles será relatada por Cármen Lúcia

Daniele Bragança 
terça-feira, 5 novembro 2019 17:37
Ministra Cármen Lúcia será relatora da ação protocolado pelo Greenpeace. Foto: Nelson Jr./SCO/STF.

A ação do Greenpeace contra o ministro Ricardo Salles terá a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF) como relatora. A escolha da relatoria foi sorteada nesta terça-feira (05). O ministro do Meio Ambiente está sendo processado por difamação.

Salles insinuou em sua conta no Twitter que o Greenpeace está por trás do derramamento de óleo que atinge a costa do Nordeste desde o dia 30 de agosto. A acusação ocorreu no dia 24 de outubro.

Uma semana depois, a ONG protocolou uma ação no STF. Por ser ministro de estado, Salles conta com foro privilegiado.

Segundo o Greenpeace, o ministro do Meio Ambiente acusou a ONG em pelo menos três ocasiões: “Ao expressar que os ativistas do Greenpeace são “ecoterroristas” e depredadores do patrimônio público; Ao aplicar o adjetivo “terroristas” para novamente se referir a integrantes da organização, ao compartilhar notícia sobre entrevista concedida ao CB.Poder; e insinuar que o navio de trabalho do Greenpeace seria responsável pelo derramamento de óleo no litoral, atribuindo à organização a alcunha”.

 

Leia Também 

Greenpeace protocola ação no STF contra Ricardo Salles 

Salles insinua que Greenpeace está por trás do derramamento de óleo no Nordeste

Integrantes do Greenpeace são presos após protestos no Palácio do Planalto

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.