Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Morre Álvaro Ugalde, pai dos parques nacionais da Costa Rica

((o))eco
segunda-feira, 23 fevereiro 2015 22:17

Álvaro Ugalde e um papagaio resgatado pelo Centro de Rescate Los Pumas, Costa Rica. Foto:
Álvaro Ugalde e um papagaio resgatado pelo Centro de Rescate Los Pumas, Costa Rica. Foto:

Há 8 dias o mundo perdeu um dos maiores ambientalistas ainda vivos: Álvaro Ugalde que, junto com Mario Boza, é considerado pai do famoso sistema de áreas protegidas da Costa Rica. O biólogo de 68 anos morreu no domingo de carnaval (15) após sofrer um ataque do coração.

Foto:
Foto:
Ugalde era uma referência viva de um dos sistemas de conservaçãomais bem sucedidos (embora cheio de problemas) e reconhecidos do planeta. O sistema costa-riquenho protegia 166 áreas naturais que cobrem cerca de 26% do território do país.

Tinha apreço especial pelo Parque Nacional Corcovado, criado por ele em 1975 e que ainda sofre pressão da mineração ilegal e da caça predatória. Até o fim da sua vida, lutou pela preservação do parque. O assunto foi tema da sua última entrevista dada ao jornal La Nación, em 2013.

“Este é um parque que ainda está em perigo de extinção”, afirmou na ocasião, justificando sua preferência.

O biólogo começou sua carreira como administrador do Parque Nacional de Santa Rosa, criado por ele e Mario Boza em 1971.

Foi diretor do Serviço Nacional de Parques, entre 1973 e 1985; em seguida, atuou como diretor de Área de Conservação Osa (ACOSA).

Ainda de acordo com La Nación, Ugalde foi enterrado usando um uniforme bege e verde, que “distingue aqueles que guardam 26% do país dedicada à natureza e conservação”.

 

 

Leia Também
Meus amigos ambientalistas que se foram na última década
Copa do Mundo das áreas protegidas: Costa Rica
O alegado roubo de ovos de tartaruga na Costa Rica

 

 

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.