Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Kátia Abreu usa FAO para defender expansão da área agrícola

Daniele Bragança
terça-feira, 30 agosto 2011 20:12
Kátia Abreu gostou mas aparentemente não leu. Foto: Agência Senado
Kátia Abreu gostou mas aparentemente não leu. Foto: Agência Senado
Durante o debate com os ex-ministros da Agricultura  na audiência conjunta das comissões de Meio Ambiente (CMA), Agricultura (CRA) e Ciência e Tecnologia (CCT), que discutiu o Código Florestal no Senado Federal na última semana, a senadora Kátia Abreu  (DEM-TO) disse estar muito preocupada com a necessidade de crescimento da produção brasileira de alimentos. Segundo ela, o recente estudo da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) prevê a necessidade de aumentar as áreas produtivas em até 120 milhões de hectares. Também de acordo com a senadora, ao Brasil seriam exigidos 10 milhões de hectares de novas terras para a produção até 2050.

“Eu queria muito saber como é que a gente vai fazer para cumprir essa meta da ONU, estou preocupadíssima com isso”, disse a senadora. “Menos de 27% de produção sem considerar a meta da FAO é hipocrisia, não dá. Vamos fingir que essa meta não foi imposta? Nós vamos virar as costas para essa meta?”, questionou a presidente da Confederação Nacional da Agricultura (CNA).

Entretanto, não é isso exatamente o que diz o estudo da FAO. A organização afirma que para alimentar 9 bilhões de pessoas – população prevista para 2050 – será necessário apenas 10% de aumento da área plantada, uma vez que 90% do ganho esperado será derivado de melhorias na produtividade. A senadora também não mencionou a ênfase da pesquisa em cumprir acordos ambientais, já que as mudanças climáticas são uma das grandes ameaças à segurança alimentar no planeta.  

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.