Palmilhando
Pelas trilhas do Brasil e do mundo, Pedro da Cunha e Menezes conta as últimas novidades de manejo em unidades de conservação e dá dicas sobre destinos de viagens de aventura.

No Cabo da Boa Esperança

Palmilhando
terça-feira, 18 maio 2010 9:21

No fim de semana que se passou abriu um belo sol mas a temperatura continuou agradável. Não podia ser melhor, porque eu fizera uma reserva junto ao Parque Nacional da Montanha da Mesa para caminhar na trilha de dois dias que existe na extremidade sul do Parque (e do continente africano), com pernoite em um abrigo bem no Cabo da Boa Esperança.

É fundamental fazer reserva com antecedência pois somente dezoito pessoas, no máximo, podem percorrer essa trilha belíssima por dia, uma para cada cama existente nos abrigos. O traçado, apesar de pesado, é muito bem pensado. No primeiro dia são 23 km de cabritada e no segundo mais 14 km.

A chegada a Cape Point (foto Pedro Cunha e Menezes)
A chegada a Cape Point (foto Pedro Cunha e Menezes)
Esse foi a primeiro percurso de pernoite desenvolvido no Parque. O sucesso foi tão grande que inspirou a criação da Hoerikwaggo Trail, que vai ligar Signal Hill, no Centro da Cidade ao Cabo da Boa Esperança, em uma caminhada de cinco dias e quatro pernoites, sempre em abrigos. Quatro trechos da Hoerikwaggo Trail já estão prontos e o que falta deverá ser inaugurado antes da Copa. A última etapa da Hoerikwaggo será sobre o traçado do primeiro dia da Trilha Circular de Cape Point. Amanhã, conto como foi o segundo dia dessa caminhada.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.