((o))eco Data
Plataforma de jornalismo de dados do site ((o))eco. Por Daniel Santini

Interesse na Amazônia cresce e busca por informação aumenta

Daniel Santini
quarta-feira, 25 setembro 2013 21:25

Cada vez mais gente pesquisa sobre a Amazônia na internet. Desde o começo do ano, o número de pesquisas aumentou significativamente, atingindo um ápice nas duas primeiras semanas de setembro, conforme é possível observar no gráfico abaixo. É possível visualizar a tendência com base nos dados do Google Trends, mecanismo do Google que permite verificar o volume de buscas durante determinados períodos e por regiões.

O índice varia de 0 a 100, sendo 100 o período em que mais consultas foram registradas – os dados são relativos e não absolutos (o Google não informa a quantidade exata de buscas realizadas). Mesmo considerando que 5 de setembro é a data em que se comemora o Dia da Amazônia e que há variações com quedas bruscas em algumas semanas, é possível visualizar uma tendência de crescimento de interesse pela região esse ano. Trata-se de uma retomada após, em janeiro, o volume de pesquisas sobre Amazônia ter sido o menor registrado desde pelo menos 2004 (ano em que os dados passaram a ser contabilizados). Em março de 2007, quando aconteceu o pico de pesquisas sobre Amazônia, o volume de buscas era dez maior do que agora – clique aqui para ver o gráfico de 2004 até o período atual*.

Analisando de onde são realizadas as pesquisas, é possível visualizar que o interesse maior se concentra nas principais capitais amazônicas, Belém e Manaus, conforme o mapas e a tabela abaixo. Assim como no gráfico, os números fazem referência à quantidade proporcional de acessos – ou seja, 100 para a cidade em que o maior número de pesquisas foi registrado (Belém, no caso), e 5 para os centros em que menos buscas aconteceram. Em outras palavras, para cada 100 buscas feitas pela população de Belém sobre Amazônia, são feitas 5 buscas pela de Salvador. Lembrando que os dados referem-se ao ano de 2013. 


Assim como nas cidades, em linhas gerais, o mesmo vale para os Estados; os que mais fazem consultas sobre a Amazônia são os da Região Norte do país – os mais escuros no mapa abaixo. Na tabela, é possível ver, proporcionalmente, quais os Estados em que mais pesquisas foram registradas. 


 

 

Leia também
Paulistanos são os que mais pesquisam sobre qualidade do ar
Como combater o recente aumento do desmatamento na Amazônia   
Mais notícias sobre Amazônia
    

* Texto atualizado às 14h40 desta quinta-feira, 26, para inclusão de informações.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.