COP15 já começou

Salada Verde
sexta-feira, 28 agosto 2009 16:46

Já começou a contagem regressiva mundial para o encontro de líderes globais em Copenhage, na Dinamarca. Neste final de semana faltarão apenas cem dias. Organizada pelas Nações Unidas, a convenção (COP15) deve definir os critérios de um novo acordo para o controle de emissões de gases do efeito estufa, responsável por substituir o Protocolo de Quioto a partir de 2013. Para tentar chamar a atenção do Reino Unido ao tema, o britânico The Guardian pediu que os leitores enviassem para a redação do jornal fotografias com mensagens que gostariam de transmitir aos chefes de Estado. Na edição desta sexta-feira do seu site, as 17 melhores imagens até o momento foram publicadas. Destaque para um cartaz com os dizeres: “Derreta corações, não calotas polares”.

No Brasil, o Greenpeace programou uma série de atividades para reforçar a importância da data a partir deste sábado (29). Na ocasião, relógios gigantes serão instalados em pontos importantes de São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Manaus com os dias que faltam para o evento. Além disso, à tarde, acontecerá a primeira mobilização pré-COP15 nas capitais, com um “barulhaço”. Confira a programação completa aqui.

Olhares exóticos sobre Paquetá

Felipe Lobo
sexta-feira, 28 agosto 2009 14:53

Árvores centenárias tombadas em 1967 testemunham o processo de especulação imobiliária e a degradação transformarem a natureza da ilha de Paquetá, na Baía de Guanabara (RJ).

Do Brasil para o mundo

Curtas
quinta-feira, 27 agosto 2009 20:48

Neste final de semana parte do litoral sul paulista o 4º Cruzeiro Teste organizado pelo Projeto Albatroz e pela não-governamental Bird Life International para avaliar o desempenho do toriline brasileiro, uma ferramenta usada em pescarias de alto mar para afugentar aves marinhas, principalmente albatrozes, e, assim, evitar que morram presas aos anzóis. A expedição dura cerca de 30 dias.

Atualmente, o toriline regulamentado por organizações internacionais de conservação de espécies de peixes marinhos é o modelo americano, diferente do brasileiro em vários aspectos.  No entanto, a pesquisa do Projeto Albatroz tem mostrado a ferramenta desenvolvida no país é mais eficiente. Resultados preliminares indicam que o toriline brasileiro atinge uma extensão aérea maior do que o americano, o que significa que em uma maior área a visibilidade do anzol pela ave é dificultada, impedindo, assim, que elas mergulhem para pegar o pescado e fiquem presas nos anzóis.

Estimativas indicam que cerca de 300 mil aves marinhas morram anualmente em todo mundo presas a anzóis de pesca. Se comprovado que o modelo brasileiro é melhor que o americano, a tecnologia do país poderá ser adotada mundialmente. O recém criado Ministério da Pesca já se mostrou interessado nos trabalhos e, atualmente, o Projeto Albatroz estuda a realização de uma parceria.

Leia mais:
O massacre de aves marinhas
 

Matriz energética cada vez mais suja

Curtas
quinta-feira, 27 agosto 2009 20:06

Levantamento do Ministério do Meio Ambiente mostra incoerência no discurso brasileiro sobre matriz energética limpa. Emissões de CO2 do setor cresceram 49% e da indústria 77% em 13 anos.

Sylvia Earle, os oceanos e muito mais

curtas
quinta-feira, 27 agosto 2009 19:59

Para quem ainda não conhece, aqui vai uma dica aos que procuram novas idéias e soluções para transformar o planeta. O site da não-governamental TED (Tecnologia, Entretenimento e Design) disponibiliza 450 vídeos com os ganhadores do prêmio conferido anualmente pela organização. Entre eles está a imperdível palestra da oceanógrafa Syilvia Earle, que em 50 anos de explorações e pesquisas mergulhou em 90% dos oceanos comercialmente exploráveis e mostrou ao mundo o rápido declínio da vida marinha. Os vídeos vêm com legendas em cinco idiomas, inclusive o português. Vale a pena conferir.

A velha receita do Novo Progresso

Marcos Sá Corrêa
quinta-feira, 27 agosto 2009 16:56

Separadas no mapa por mais de 3,6 mil quilômetros, duas histórias se juntaram aqui no Eco para mostrar que a verdadeira receita da unidade nacional é o bom e velho fogo no mato.

Pimenta afasta até inseto

Salada Verde
quinta-feira, 27 agosto 2009 15:41

Geralmente usados como tempero na hora das refeições, o cravo, hortelã, alecrim e companhia têm agora nova utilidade. A combinação de duas a quatro destas pimentas jogadas na água serão usadas como pesticidas naturais contra insetos na agricultura orgânica. De acordo com uma pesquisa realizada por cientistas canadenses, os bichos morrem imediatamente ou são repelidos pela mistura. Trata-se de uma boa opção para atender à crescente demanda por produtos alternativos. A notícia é do Science daily.

Adaptar é mais caro do que parece

Curtas
quinta-feira, 27 agosto 2009 13:17

Um estudo liderado por um dos coordenadores do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU (IPCC), Martin Parry, afirma que os custos para a adaptação mundial devem atingir valores duas ou três vezes maiores do que o inicialmente estipulado. De acordo com a Convenção Quadro Das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês), as nações precisariam desembolsar, juntas, algo entre 40 e 170 bilhões de dólares – o equivalente a três jogos olímpicos por ano. Parry diz, porém, que esta conta foi realizada com muita rapidez e não levou em consideração setores como energia, mineração, turismo e ecossistemas. Ter a certeza sobre os números reais, avisa o documento, é fundamental para a formação de um acordo justo em Copenhage, no mês de dezembro.

Gripe suína? A culpa também é sua!

Bruno de Amorim Maciel
quinta-feira, 27 agosto 2009 12:21

A gripe que assusta a todos não apareceu por acaso. Um longo processo de seleção não-natural propiciou seu surgimento e rápida dispersão. A espécie humana tem muito a explicar e entender sobre isso.