Expectativas congeladas em Poznan

((o))eco
domingo, 30 novembro 2008 19:00

Mais uma vez, 192 países tentam acordo para cortar emissões de gases-estufa. Ninguém quer agir antes de saber das intenções de Obama. Mas pode haver avanço sobre desmatamento evitado.

Santa Catarina: tragédia esperada

((o))eco
sexta-feira, 28 novembro 2008 20:20

Ou sobre como o desleixo ambiental amplificou o “fenômeno natural” da chuvarada que arrasou cidades e vidas no Vale do Rio Itajaí. Só uma pitadinha de aquecimento global.

Cooperativas asseguram energia eólica nos EUA

Salada Verde
sexta-feira, 28 novembro 2008 17:53

Moradores da região sudeste do estado americano de Wyoming, onde fazendeiros usam os fortes ventos para produção de energia eólica, arranjaram um jeito de não serem ludibriados ou menosprezados por grandes empresas do setor. Eles estão formando cooperativas, nas quais seus potenciais de geração são reunidos e compartilhados. Isso lhes permite negociações coletivas por preços melhores e assegura que os pequenos produtores não sucumbirão à alta pressão ou aceitarão ofertas baixas pela energia. O estado já tem oito associações e espera a formalização de mais três. A idéia já se espalhou e outros estados começam a ter suas cooperativas de produtores de energia eólica, como Colorado, Montana e Novo méxico. Quem conta a história é o The New York Times.

Amazônia Legal cada vez menor

Salada Verde
sexta-feira, 28 novembro 2008 17:15

Dados do Inpe indicam que cerca de 12 mil km² de florestas na Amazônia Legal foram derrubados entre agosto de 2007 e julho de 2008. Número é 3,8% maior que período anterior.

Pará é novamente campeão do desmatamento

Salada Verde
sexta-feira, 28 novembro 2008 17:14

Assim como no período 2006-2007, o Pará foi o campeão de desmatamento, com 5.180 quilômetros quadrados de florestas derrubadas, mais que 43% do total. Mato Grosso vem em seguida, com 3.259 km² de devastação (27,2%). Em terceiro lugar está o Maranhão, com 1.085 km² de desmate no período (9%). Rondônia, que ao longo do ano esteve entre os estados que mais desmataram nas medições mensais do Sistema de Detecção em Tempo Real (Deter), aparece em quarto lugar no ranking do Inpe, com 1.061 km² de floresta derrubada. A lista segue com Roraima (570 km²), Amazonas (479 km²), Acre (222 km²), Tocantins (112 km²) e Amapá, que não registrou desmatamentos no período, segundo relatório do Inpe.

Imazon divulga dados de outubro

Salada Verde
sexta-feira, 28 novembro 2008 17:13

Já os dados mensais do Sistema de Alerta de Desmatamento do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), divulgados esta semana, constatou que, em outubro, foram desmatados 102 quilômetros quadrados na Amazônia Legal. O número representa uma queda de 81% na derrubada de árvores, em relação a outubro do ano passado, quando o desmate somou 529 km². Também pelo levantamento do Imazon, o Pará foi o campeão no desmate, com 52% do total. O estado vem seguido por Mato Grosso (36%), Rondônia (6%) e Amazonas (6%). Se comparados os números do desmatamento entre agosto e outubro de 2008 (524 km² )– os três primeiros meses do calendário atual do desmatamento, devido às chuvas – com o mesmo período do ano anterior (2.299 km²), a queda é de 77% no desmate, segundo o Instituto.

Nuvens atrapalham análise em 22% da Amazônia

Salada Verde
sexta-feira, 28 novembro 2008 17:12

A análise do Imazon não pode ser feita em 22% da Amazônia Legal, que estava encoberta por nuvens. As áreas que ficaram de fora do monitoramento estão no Amapá (61% do estado estava encoberta) e em cerca de um terço da área do Acre, de Roraima, Pará e Amazonas. Além disso, a parte do Maranhão que integra a Amazônia não foi analisada. A margem de erro do relatório é de 8%, segundo os técnicos do Imazon.

Burocracia sem fim atrasa julgamento

Salada Verde
sexta-feira, 28 novembro 2008 16:41

A Operação Euterpe, deflagrada em 2006 e que prendeu, durante um mês, 27 fiscais do Ibama do Rio de Janeiro acusados de acobertar pesca ilegal e construções irregulares no estado, continua inerte na Justiça. A juíza da 5ª Vara Federal de São João de Meriti, responsável pelo caso, declinou da competência para julgá-lo – mesmo com todas as provas e depoimentos das testemunhas em mãos. O Ministério Público entrou com um recurso, mas não adiantou: agora, o processo foi remetido para uma vara na capital carioca. Resta saber se o novo juíz vai querer abrir novas investigações ou se aceitará os documentos já redigidos. Por este motivo, qualquer previsão de quando a sentença final será liberada é leviana. Enquanto isso, os servidores acusados de corrupção permanecem afastados de seus cargos no Ibama, mas em liberdade e com salários integrais, pagos religiosamente em dia.

Postos de gasolina ilegais

Salada Verde
sexta-feira, 28 novembro 2008 16:40

Durante as investigações internas da Operação Euterpe, o Ibama descobriu irregularidades em um posto de gasolina do Rio de Janeiro. Com uma pulga atrás da orelha, o órgão decidiu convocar dois fiscais de Brasília para analisar as demais unidades no estado. Em entrevista a O Eco, disseram que o índice de postos sem licenças de instalação ou operação é altíssimo, pelo menos no universo estudado. As bombas foram lacradas e os proprietários, autuados. Agora, eles aguardam ordens dos superiores para saber se voltam à capital do país ou se continuam o trabalho em outros pontos de reabastecimento.

Veadeiros ainda sem plano

Salada Verde
sexta-feira, 28 novembro 2008 16:39

O plano de manejo do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros está prontinho, está há dias nos escaninhos do Instituto Chico Mendes, em Brasília, mas se duvida de sua publicação até o fim do ano. O conteúdo do tão esperado documento não deve ser alterado, as dúvidas envolvem o melhor instrumento para definir sua zona de amortecimento, se portaria ou anexo, por exemplo. Pode parecer pura burocracia, e é, mas tudo se deve aos pitacos que a Advocacia-Geral da União deu na zona de amortecimento do Parque Nacional Marinho de Abrolhos.