Azar das árvores

((o))eco
sexta-feira, 29 setembro 2006 20:53

A campanha para o governo do Pará, que aponta para um segundo turno, atraiu a atenção do Executivo local a tal ponto que ele não consegue pensar em mais nada a não ser as urnas. Pior para a proteção da natureza no estado. O processo de criação de Unidades de Conservação na Calha Norte paraense do rio Amazonas, que deveria ter sua primeira fase finalizada em agosto com a assinatura de decretos para a implantação de três Florestas Estaduais, entrou em estado de suspensão.

Surpresa

((o))eco
sexta-feira, 29 setembro 2006 20:51

Na surdina, bem na região da BR-163, no Sudoeste do Pará, onde o Ministério do Meio Ambiente pretende criar um distrito florestal para servir de modelo ao desenvolvimento sustentável da Amazônia, o Incra criou desde fins de 2005 quarenta e três Projetos de Desenvolvimento Sustentável (PDS).

Só para esclarecer

((o))eco
sexta-feira, 29 setembro 2006 18:54

Primeiro foi a nota de esclarecimento divulgada em seu site. Depois vieram os comentários na reunião do Conselho Superior do Meio Ambiente, em video, e no resumo da assessoria de imprensa. Assim a FIESP começou a esclarecer a sua oposição ao decreto do governador de São Paulo que regulamenta a reserva legal nas propriedades rurais.

Contradição

((o))eco
sexta-feira, 29 setembro 2006 18:53

A Federação diz não ser contra a reserva legal, que já está na lei desde 1965, mas entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra o decreto do governador Cláudio Lembo. Alega que contesta apenas o meio utilizado para regular o assunto, mas ao mesmo tempo anuncia que um Grupo de Trabalho vai estudar, junto à Secretaria do Meio Ambiente, a “viabilização” dos mecanismos previstos no decreto. E sugere que sem um “aprimoramento de mecanismos técnico-institucionais” a legislação não será aplicada. Entendeu?

Canelas de emas no Parque do Cipó

Maria Tereza Pádua
sexta-feira, 29 setembro 2006 18:33

O Parque Nacional da Serra do Cipó é um exemplo de como uma boa gestão federal casada com a cooperação do estado e de instituições particulares pode proteger a natureza.