O Chimpanzé discorda

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 17:00

Enquanto isso, cientistas conseguem sequenciar o genoma do chimpanzé, o animal mais parecido com os seres humanos. Nossos principais genes são 99% idênticos aos deles, o que fortalece ainda mais a teoria da evolução de Darwin. Nesse 1% está a explicação do que nos faz humanos. O objetivo agora é exatamente detectar as mudanças genéticas que nos permitiram ficar em pé e a desenvolver uma linguagem complexa. A descoberta estará na capa na revista Nature desta semana, mas a BBC News adiantou a história.

Esgoto dourado

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 16:58

Vermont, estado americano que faz fronteira com o Canadá, construiu um banheiro ecológico de beira de estrada que saiu por pouco mais de seis milhões de dólares. Além das privadas, tem também uma estufa com plantas tropicais, que além de encantar turistas com sua beleza, ajudam na reciclagem do esgoto gerado pelo banheiro. A reportagem, no The New York Times, informa que no complexo existe ainda um pequeno museu homenageando veteranos do Vietnã.

Opção

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 15:51

Para quem estiver cansado das idas e vindas das diversas CPIs, há uma alternativa heróica: pensar o Brasil no longo prazo. É o que vai tentar o Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, no Programa Brasil: O País do Futuro – 2022. Amanhã, dia 1o de Setembro, acontece o seminário sobre meio ambiente, com transmissão ao vivo pela internet. O texto de referência traz extensa bibliografia e deve ser uma boa base para discussão e para pesquisa.

Utilidade pública

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 15:47

Em versão PDF (com 15Mb), o relatório do World Resource Institute, que foi lançado hoje acusando governos, principalmente os de países ricos, de darem muita atenção ao combate à pobreza e quase nenhuma à preservação ambiental. Segundo o estudo, a prioridade do mundo deveria ser a proteção da natureza. Sua destruição é a verdadeira causa da miséria mundial. Reportagem da BBC, registrada em nota na nossa seção Eco.net, traz ótimo resumo dos pontos fundamentais do estudo.

Mapa das aves

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 15:46

Um novo mapa de “hotspots” – áreas fundamentais para a conservação da biodiversidade – de aves acaba de ser lançado por biólogos do Imperial College, de Londres. Os sábios levaram em consideração três medidas diferentes para definir a biodiversidade, riqueza no número de espécies, ameaça de extinção e tamanho de área de ocorrência. Os Andes, na América do Sul, foram o único lugar do planeta em que houve registro das três medidas.

Em boa hora

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 15:45

Atenção coleguinhas, quem gosta de meio ambiente e não tem pavor de economia pode se inscrever no curso sobre essas duas áreas que o Ibama, a Universidade de Brasília e a Petrobrás vão oferecer. É de graça, só para jornalistas e acontecerá entre os dias 26 de setembro e 10 de outubro no Rio, em São Paulo e na capital federal. Algumas aulas serão por videoconferência e sempre às segundas e terças pela manhã, para não atrapalhar nenhum fechamento. As inscrições vão até 21 de setembro.

Atenção, Lula

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 15:27

O World Resources Institute publicou hoje um estudo que deveria ser lido com extrema atenção pelo presidente Lula e as ministras Marina Silva e Dilma Roussef, todos adeptos da tese que o combate à pobreza precede a luta contra a degradação ambiental. O relatório mostra, segundo reportagem da BBC, que é justamente o contrário. A devastação do meio ambiente tem impacto direto na renda das populações mais empobrecidas do mundo e o trabalho do WRI aponta para experiências em que a recuperação de áreas degradadas melhorou a vida de muita gente cuja única perspectiva era nascer, viver e morrer na miséria. O WRI critica a ênfase dada pelos países industrializados a distribuição de auxílio financeiro aos países menos desenvolvidos e a obssessão de seus governos com os aspectos sociais da pobreza. Diz que isso os impede de enxergar a complexidade da questão e a importância dos recursos naturais para reverter o problema. O relatório, endossado pela ONU, sai duas semanas antes do encontro de 190 países em Nova Iorque para examinar o estado dos “Objetivos do Milênio”, uma iniciativa multilateral que pretende cortar a pobreza do mundo pela metade até 2015. Se ele não incluir a proteção à natureza como prioridade, afirma o WRI, dificilmente vai chegar lá. O relatório em formato PDF está disponível na seção Salada Verde.

O lobby da Dilma

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 15:26

Segundo o jornal Valor (só para assinante), a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, pressionou o presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Adylson Motta, e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Nelson Jobim , para agilizar julgamentos que emperraram projetos de infra-estrutura do governo. Coincidência ou não, esses julgamentos estão parados por questões ambientais. Um envolve construção de rodovias e o outro a decisão do ministro Nelson Jobim de condicionar a liberação de obras realizadas em áreas protegidas à aprovação do Congresso. Essa última questão será decidida dia 1 de setembro, numa reunião entre juizes do STF.

Piscinão de alto risco

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 15:24

Reportagem da AP publicada no site do Yahoo dá bem a medida do tamanho do impacto ambiental do furacão Katrina na área metropolitana de Nova Orleans. A cidade está submersa pelas águas do rio Mississipi e 80% de suas construções foram danificadas. Pela cidade estão escorrendo combustíveis e produtos químicos vazados de tanques e boiando restos mortais arrancados pela enchente das tumbas de seus cemitérios. A situação mostra os perigos inerentes à ações do homem que desafiam a natureza. Nova Orleans foi construída em região pantanosa abaixo do nível do mar graças a diques que desviaram o fluxo da água. Hoje, são justamente esses diques que ajudaram a transformar sua região urbana numa imensa piscina cheia de riscos à vida humana.

Cadastro de piratas

((o))eco
quarta-feira, 31 agosto 2005 15:22

Coalizão de instituições ambientais e multilaterais, entre elas o Banco Mundial, lançaram o Própeixe, programa que vai criar cadastro mundial de navios pesqueiros piratas. A iniciativa tem o objetivo de proteger os estoques mundiais de pescado e definir quotas de peixes para cada país cujas economias dependem, em alguma medida, da pesca. A notícia é da BBC.