Download PDF

A estrada "Caminho do Mar", antiga Estrada Velha de Santos, atualmente é um local fechado para trânsito e aberto apenas para veículos oficiais e turistas que se aventuram a percorrê-la a pé ou de bicicleta. São 9 km de extensão que ligam o litoral de São Paulo à região do Grande ABC paulista, passando por uma área industrial que ainda polui a paisagem.

O desenvolvimento industrial desenfreado, nos anos 70 e 80, em Cubatão, provocou longos períodos de chuva ácida, responsável por corroer boa parte da vegetação nativa da Serra do Mar. A mão-de-obra atraída pela indústria fez a população crescer rápido e com ela a construção de bairros inteiros, modificando o relevo local.

A revitalização do caminho está nos planos do Governo do estado de São Paulo, que desde 2007 desenvolve o Programa Serra do Mar, que visa garantir a recuperação da Mata Atlântica no litoral paulista. O programa abrange a recuperação de 332 mil hectares.

Um dos pontos chaves é a remoção dos bairros Cota (nome dado a ocupações altas nos morros, a 95, 100 e 200 metros) é a transferência dos moradores para bairros populares na cidade de Cubatão. Do total de 9 mil famílias que habitam os bairros Cota, cerca de 4 mil já foram transferidas pelo projeto. Outro desafio é a preservação das comunidades originárias da região, formada por caiçaras, quilombos e indígenas. O projeto prevê ainda a criação de um Jardim Botânico a ser construído no atual Bairro da Água Fria, localizado próximo ao Rio Cubatão.

Potencial turístico

O Projeto Serra do Mar pretende desenvolver mecanismos que estimulem o ecoturismo na região, com alto potencial e ainda pouco explorado.

Atualmente, ciclistas podem solicitar à administração da estrada Caminho Do Mar autorização para realização de passeios. Um conjunto de cachoeiras ainda pouco exploradas também são chamarizes do local. Durante a descida do percurso além de desfrutar da bela vista para a baixada Santista, o turista ainda encontra construções históricas do período do Império em ótimo estado de conservação. Painéis de azulejo retratam barões e regentes do período como o Regente Feijó e estão abertos a visitação.

Lugar de onça

"Encontram-se também entre nós as panteras, das quais há duas variedades: umas são de cor de veado, menores essas e mais bravias; outras são malhadas e pintadas de várias cores: destas encontram-se em todos os lugares." Carta De São Vicente (1560).

O trecho descrito acima foi escrito pelo padre José de Anchieta há pouco mais de 4 séculos e meio. Pioneiro no desbravamento da Serra do Mar, Anchieta mostram a dimensão da riqueza que resolvemos devastar.

 

 

Leia Também
O Caminho do Ouro
ICMBio lança "Caminhos da Serra do Mar"
Cicloturismo com macacos na descida da Serra do Mar