Download PDF

O retrospecto da seleção iraniana de futebol em Copas do Mundo não é dos mais brilhantes, tendo participado de apenas 4 edições do torneio. Mas a primeira vitória, e até agora a única dos Irã em Copas, gerou muito burburinho, 2x1 contra os EUA em 1998. Apesar de todo o alarde feito antes do jogo por causa da tensão política entre as duas nações, as seleções trocaram presentes e flores antes da partida, em uma demonstração de que o esporte pode ajudar a superar as diferenças entre os povos.

No campo das áreas protegidas o Irã também não vai muito bem das pernas. Apenas 7,08% de seu território está protegido, 4,4% a menos que a média do resto do mundo. Isso corresponde a 11.521.700 hectares, mas dado o tamanho do território iraniano a soma das áreas protegidas acaba sendo maior que todo o território de Honduras, por exemplo.

A primeira lei de conservação do país foi aprovada em 1956, proibindo a caça e restringindo a derrubada de florestas dentro de determinadas regiões protegidas. As propostas para a criação de parques de vida selvagem começaram a surgir alguns anos depois.

Essas regiões protegidas foram criadas para proporcionar condições favoráveis ​​à regeneração e melhoria dos habitats de espécies ameaçadas de extinção, além do repovoamento de espécies selvagens que estavam em declínio em áreas adjacentes. Qualquer parte do país poderia ser declarada uma área protegida, independente da presença ou ausência de uma população humana, mas, na prática, foi feito um esforço para excluir vilas e outras moradas. Restrições sobre a caça e a pesca foram aplicadas, enquanto pastoreio, corte de madeira, e assim por diante foram reduzidos.

O primeiro Parque Nacional do Irã foi o Parque Nacional de Golestan, criado em 1974 pela junção de duas outras áreas protegidas. Hoje o parque protege uma área de 91.890 hectares de grande beleza natural, abrigando uma abundante e diversa fauna tanto na área florestal e montanhosa quanto nas estepes mais ao leste. Entre os animais encontrados estão leopardos (Panthera pardus), veados-vermelhos (Cervus elaphus maral) e javalis (Sus scrofa). Esta área também é o habitat de uma das maiores populações de Urial (Ovis orientalis vignei), um carneiro selvagem de tamanho médio membro da subfamília Caprinae. A avifauna do parque também é surpreendentemente rica, com mais de 160 espécies já registradas.

Outro parque importante é o Parque Nacional do Lago Urmia. Localizado no noroeste do Irã, o Lago Urmia é o maior lago do oriente médio, com uma área de aproximadamente de 470 mil hectares em anos de precipitação média. De águas extremamente salinas, não contém nenhum peixe, mas apresenta uma grande quantidade de camarões de água salgada que servem de alimento para um grande número de aves aquáticas, como flamingos e pelicanos brancos. Mais de 180 espécies de aves já foram registradas dentro do parque. As 102 ilhas do lago são usadas como locais de reprodução para várias espécies de aves. O lago vem diminuindo ao longo tempo em consequência da construção de barragens nos rios que o alimentam. Embora medidas já tenham sido tomadas para inverter a tendência, o lago já encolheu 60% e está ameaçado de desaparecer completamente.

O Parque Nacional Kavir foi criado em 1982, e possui uma área de 400.000 hectares. Está localizado na extremidade ocidental de um dos dois grandes desertos do Irã, o Dasht-e Kavir (Grande Deserto Salgado). O parque abrange paisagens de deserto e estepes, e às vezes é conhecido como "Pequena África", por sua vida selvagem que inclui hienas, lobos, gazelas e a rara Cheetah Asiática (Acinonyx jubatus venaticus). A vegetação da região é adaptada à seca e solos salinos. Para reter a água e combater o pastoreio por animais algumas plantas crescem folhas com espinhos, muito parecido com espinheiros. O parque é por vezes palco de competições de corridas de carros, que, juntamente com as manobras militares, levaram muitas espécies animais como a zebra e o guepardo a fugirem da área.

Veja abaixo algumas das figurinhas carimbadas das unidades de conservação do Irã.

Se você quiser torcer para o Brasil neste campeonato de áreas protegidas, acesse o WikiParques e conheça mais sobre as unidades de conservação de nosso país. O WikiParques é um site interativo dedicado aos cidadãos que querem compartilhar seus conhecimentos, explorar e debater sobre nossos Parques Nacionais e áreas protegidas. Colabore para proteger.

 

Leia também
Copa do Mundo das áreas protegidas: Honduras
Copa do Mundo das áreas protegidas: Grécia
Copa do Mundo das áreas protegidas: Chile
Copa do Mundo das áreas protegidas: Croácia
Áreas protegidas do mundo em incríveis fotos 360°